Agronegócio

Crise do leite pauta Amvat

Associação dos Municípios do Vale do Taquari assegura apoio à mobilização regional

Créditos: Alício de Assunção
- Lidiane Mallmann

Estrela - A primeira assembleia da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), sob o coordenação do presidente Marcelo Caumo, reuniu ontem gestores em sua sede, em Estrela. Entre os temas em debate, a crise leiteira ganhou destaque. O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arroio do Meio, Paulo Grassi, apresentou dados da Emater que indicam que, na região, mais de mil produtores abandonaram a atividade desde 2015. A Associação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais da Regional Sindical do Vale Taquari foi responsável por levantar a bandeira da situação emergencial em que se encontram os municípios do Vale. O presidente da entidade, e também do STR de Cruzeiro do Sul, Marcos Antonio Hinrichsen, defendeu a mobilização regional. "Temos que construir uma saída em conjunto, entre Poder Público, fornecedores e instituições financeiras. Já chega a 19% a perda do valor do litro de leite e isso pode agravar ainda mais a situação, com a proximidade do inverno."

Hinrichsen solicitou que a Amvat intervenha junto aos governos estaduais e federais. "Estamos procurando uma solução em conjunto, antes que a situação piore ainda mais para nossos produtores." A demanda tem o apoio da associação de municípios, que vai defender os interesses regionais. "Esperamos colaborar para o desenvolvimento de nossos municípios", destaca Caumo, ao detalhar alguns dos objetivos de sua gestão, que pretende lutar pelas prioridades do Vale. Para discuti-las, a entidade vai promover reuniões mensais de, no máximo de duas horas, para debater as bandeiras da região.

Defesa Civil

Entre os participantes desta primeira reunião do ano, estava o coordenador regional da Defesa Civil, tenente coronel André Ricardo Pereira Silvério. Ele detalhou os procedimentos para os municípios apresentarem pedidos de decretação de emergência, em situações de catástrofes climáticas. "São diversos critérios que devem ser observados para que, quando acontecerem essas situações, as soluções possam chegar de forma mais rápida."

A Defesa Civil também solicitou aos municípios informações sobre os coordenadores locais. A coordenação regional vai visitar as cidades para dar orientações.

Entre os assuntos gerais, a Amvat anunciou a realização da próxima assembleia, que será em 9 de março, em Roca Sales. Ainda no encontro de ontem, foi apresentado o Programa de Ensino e Educação, o Pense, parceria entre o jornal A Hora, Univates e 3a Coordenadoria Regional de Educação.

Comentários

VEJA TAMBÉM...