Colunistas

Tem rodovia, mas não tem efetivo

Um episódio ocorrido no início desta semana demonstrou mais uma vez a fragilidade da polícia rodoviária estadual e a ?besteira burocrática? de terem estadualizado um trecho da 386


Palanque petista
** Encontro realizado esta semana na Câmara de Vereadores de Lajeado para discutir a crise leiteira virou palanque petista. Além do deputados Elvino Bohn Gass e Zé Nunes, esteve presente Miguel Rosseto, pré-candidato ao governo gaúcho pelo PT. A discussão e a intenção do encontro foram válidas e tomara que as definições surtam efeito.

 

Separação de lixo
** Louvável a iniciativa do Poder Público em incentivar a separação do lixo seco do orgânico. Agora precisamos evoluir. A reclamação de moradores de Lajeado que separam o lixo é de que, na maioria das vezes, o caminhão do orgânico leva junto o seco. Sugiro um esclarecimento aos responsáveis pelo recolhimento para evitarem este tipo de transtorno. Outra medida que poderia ser adotada é ter lixeiras específicas para a colocação do lixo sexo e do orgânico. Facilitaria para todos.

 

População acostumada
** Diante do que publicamos na semana passada sobre "corrupto preferido", o leitor acrescenta que "além da população se ferrar, a população se acostuma, aceita ser oprimida, surrupiada, subjugada e humilhada com todos encargos e aumento dos impostos pacificamente. Pessoas de bem como eu ou você, não são hábeis o suficiente para pleitear as mudanças. Já passou da hora de promovermos uma revolução e evolução. Culturalmente, pacatos cidadãos se concentram nos seus afazeres de formiguinhas, e esquecem das consequências desta passividade. Poucos que já alcançam alguma lucidez acabam entrando no jogo e acabam entrando no sistema vigente." Fica a mensagem para a reflexão neste ano de eleição.

 

Braun em Brasília
Vereador de Estrela, João Braun (PP), passou a semana em Brasília. Visitou os gabinetes do deputado federal Jerônimo Goergen e da senadora Ana Amélia para tratar de emendas e discutiu questões de segurança pública. Com um dos "homens" fortes do governo Temer, Carlos Marum, tratou da liberação de emendas parlamentares. E nas idas e vindas pela capital federal encontrou o deputado e pré-candidato a presidência, Jair Bolsonaro.

 

Pedidos para a região
O presidente do Democratas, empreendedor gaúcho Reginaldo Morais entregou ao deputado federal Onyx Lorenzoni um pedido com diversas demandas e necessidades de nossa região. Entre eles, para que o deputado solicite aos órgãos competentes uma análise para instalação de uma Universidade Federal e um Hospital Universitário Federal (público) na Região dos Vales. O encontro foi em Garibaldi com apoiadores das pré-candidaturas a deputado estadual de Reginaldo Morais e de Onyx Lorenzoni a deputado federal. 

 

Deputado do Vale
** Não é de hoje que a coluna tem se posicionado a respeito do número excessivo de possíveis candidatos a deputado, no Vale do Taquari, para a eleição deste ano. Pelas sondagens feitas junto aos principais partidos chegamos a 15. Talvez tenhamos de 150 a 180 mil votos válidos e este número poderia eleger até três ou quatro deputados, dependendo da sigla partidária. Mas sabemos que na prática não é assim que funciona, ainda mais que dezenas de candidatos de "fora" deverão fazer votos por aqui. Talvez, até as convenções, boa parte dos propensos candidatos desista. Se os partidos não pensarem sobre o assunto corremos o risco de ter um ou nenhum deputado nato.


Também da região
** Por falar em candidato do Vale. Ainda tem gente que desconsidera o nome do atual deputado Édson Brum (MDB) como candidato da região, talvez pela forte ligação com Vale do Rio Pardo, sua terra natal. Mas como morador de Encantado há muito tempo e conhecedor das demandas do Vale é injusto dizer que ele não nos representa.

 

Leitora
** A coluna recebeu o seguinte relato esta semana: "Estou em dúvida e ao mesmo indignada com o que está acontecendo em algumas lojas de Lajeado. Outro dia eu solicitei o serviço de aluguel de máquinas numa determinada empresa; paguei adiantado, o serviço foi feito. Porém, para minha surpresa, quando solicitei o troco de R$ 40,00, fui informada que a empresa não devolveria e que eu teria direito a um vale nesse valor. Achei que se tratava de um caso isolado. Só que não. Hoje, tive outra surpresa, também de uma compra paga adiantado. Quando fui na loja para pegar o troco de R$ 17,00, me deram um vale para eu utilizar na próxima compra. Estou revoltada. Certamente, não irei comprar novamente em nenhuma dessas empresas." Faz bem a leitora em excluir estas empresas de suas preferências e fica um alerta para estes procedimentos que além de ilegais, afastam o consumidor.

 

Tem rodovia, mas não tem efetivo
** Um episódio ocorrido no início desta semana demonstrou mais uma vez a fragilidade da polícia rodoviária estadual e a "besteira burocrática" de terem estadualizado um trecho da 386. Uma caminhonete perdeu o controle e parou no valão, entre as duas pistas da rodovia, perto do trevo de acesso a cidade de Estrela. Os envolvidos, que felizmente nada sofreram, acionaram a polícia rodoviária de Teutônia, mas esta não apareceu alegando que não tinha efetivo no momento. Tentaram então o efetivo de Cruzeiro do Sul que alegou a mesma coisa. Resultado: o acidentado chamou um guincho, retirou a caminhonete e foi embora sem fazer ocorrência.

Comentários

VEJA TAMBÉM...