Colunistas

A polêmica da educação de Lajeado

Mexer com a educação é tarefa difícil, complexa. Mas é preciso


Começo de conversa
O ex-ministro Antônio Imbassahy foi substituído pelo deputado Marun (PMDB). Como diz o deputado Mauro Pereira (PMDB-RS): "Aquele cargo é uma máquina de moer políticos: o sujeito assume, fica três meses prometendo, três meses não cumprindo e outros três na frigideira".


Sartori termina 2017 na mesma situação de sempre, de mãos atadas. A economia gaúcha padece e o funcionalismo não pode mais ouvir uma palavra: parcelamento!


Polêmica I
Mexer com a educação é tarefa difícil, complexa. Mas é preciso. Quem é da educação não pode ter medo de avaliações/medições e busca de resultados. Só mudaremos o Brasil, a nossa Lajeado por meio de uma única saída: excelente educação.


Polêmica II
Coragem tem sido talvez a melhor palavra para definir o prefeito Marcelo Caumo. Nem sempre o que é mais agradável a todos é a melhor saída. Faço votos que a comunidade escolar assuma com o prefeito este desafiador projeto.


Anotem aí!
Antônio Claudemir Weck, de Novo Hamburgo. empreendedor, advogado de renome, professor e homem com aspirações políticas. Preparo e gosto pelo assunto não lhe faltam.


Diácono Rodrigo Hillesheim
No último dia 11, na paróquia São Sebastião Mártir, em Venâncio Aires, o seminarista santa-cruzense Rodrigo Hillesheim foi admitido diácono da Igreja Católica. O jovem - que foi meu estudante no Ensino Médio - está numa bela caminhada rumo ao sacerdócio.


Você sabia que...
O termo diácono (do grego antigo "ministro", "servo", "ajudante") é aplicado aos clérigos de igrejas e origem cristãs, nas suas várias denominações.


Na Igreja Católica possui o primeiro grau da Sacramento da Ordem sendo ordenado não para o sacerdócio mas para o serviço da caridade, da proclamação da Palavra de Deus, da liturgia. Na Igreja Católica Romana, os diáconos podem ser de duas naturezas, uma delas transitória e outra permanente. A diaconia transitória é exercida pelos aspirantes ao prelado, que tendo feito votos celibatários atuam a serviço da Igreja antes de serem ordenados como padres, e a diaconia permanente é exercida por leigos fiéis, sem a necessidade de votos do celibato, podendo ser casados. 

Comentários

VEJA TAMBÉM...