Colunistas

Coluna do Fabiano


E se...
** Reportagem desta semana no O Informativo Vale mostrou a situação de centros cirúrgicos de hospitais regionais que foram fechados por decisão da Secretaria de Saúde do Estado. O fechamento se deu em função de adequações necessárias na estrutura física destes blocos. Fico imaginando que se o governo repassasse em dia os valores devidos aos hospitais, estes, por sua vez, teriam condições de investir e mantê-los ativos. Enquanto isto, dezenas de pacientes precisam se deslocar para hospitais maiores em busca de ajuda.

No rastro
** No rastro da lama de Brumadinho, o Ministério Público Federal aumenta as suspeitas de procuradores de que a Vale e a empresa alemã que deveria auditar a estrutura da barragem atuavam em conluio para omitir problemas na obra. Há indícios de que a mineradora apresentou documentos incompletos e maquiados. Jeitinho brasileiro, com ajuda alemã, que causou a morte de inocentes. Até quando?

Melhor castigo
** Para os três jovens flagrados pichando espaços públicos em Estrela, o melhor remédio seria mandar que eles limpassem o local. Mas este castigo não pode ser aplicado sob pena de passarem por constrangimento. Enquanto isto, caberá à Prefeitura pintar novamente o local, com dinheiro da população. Já os guris, estão livres para aprontar de novo.

Fiscalização
** Para recordar. Quando a EGR (empresa que cuida ou deveria cuidar das rodovias) foi criada existia um conselho no Vale do Taquari no qual faziam parte várias lideranças de sindicatos de trabalhadores e empresarial, Codevat, prefeitos, vereadores e que a cada 60 dias se reunia para avaliar o trabalho da estatal. Nos encontros, com a participação de um representante da empresa, eram decididas obras a serem realizadas, e o conselho tinha acesso ao relatório financeiro. No Governo Sartori, o conselho foi extinto e todo valor arrecadado nas três praças de Boa Vista do Sul, Cruzeiro do Sul e Encantado passaram para o caixa único. O que de fato a EGR faz com o dinheiro arrecadado nos pedágios daqui é uma incógnita. Ricardo Ewald, que representava os sindicatos neste conselho, lembra que a EGR fez o acesso a Santa Cruz do Sul com orçamento de R$ 28 milhões, enquanto que no Vale do Taquari, os investimentos são mínimos.

 

>> Ninho tucano

** Prefeito de Teutônia e um dos principais líderes do PSDB no Vale do Taquari, Jonatan Brönstrup recebeu integrantes do partido em sua residência. De maneira informal, os tucanos discutiram sobre o governo de Eduardo Leite, forma de defesa do projeto junto à população e indicação para cargos regionais. O grupo compactua da ideia de que é preciso enxugar a máquina pública e que o sacrifício será necessário para ajustar as finanças do Estado. Mas enquanto este corte de cargos não se concretizar, o partido irá indicar nomes com condições técnicas para exercer as funções no Vale do Taquari.

 

>> Companheiros

** Secretário da Sedesth (Desenvolvimento, Trabalho e Habitação) de Estrela, José Itamar Alves, prestigiou a posse de Maurício Dziedricki como deputado federal, sexta-feira, em Brasília. Eles são companheiros no PTB. O parlamentar, que foi deputado estadual na legislatura passada, ampliou sua base pelo Vale do Taquari e será uma ponte interessante para a região em Brasília.

 

>> Estreia

** Estreia dia 5 de fevereiro, às 19h, um novo programa na Rádio Independente. É o "No mundo da Saúde", apresentado por Joel Alves (foto) e que contará com a presença dos médicos Claudio Klein e Luís Lermenn, do professor e biólogo Raul Stoll e do fisioterapeuta Alexandre Jung. No estúdio, receberão sempre convidados para abordar temas ligados a saúde. O programa poderá ser acompanhado pelo rádio, site ou redes sociais da emissora, toda a terça-feira à noite.

 

>> Penta

** Prestou juramento e foi empossado como Deputado Estadual da 55º Legislatura o deputado Edson Brum (MDB). Será seu quinto mandato. Natural de Rio Pardo, mas radicado em Encantado há anos, Brum será o único parlamentar com base no Vale do Taquari na Assembleia. Dependeremos dele para questões locais e torcemos para que faça um grande trabalho. Na foto, Brum está com a esposa e filhos.

 

>> Na Alemanha

** A Florestal Alimentos S/A, através de suas marcas Florestal e Boavistense, participou da 49ª edição da Internationale Suesswaren Messe _ ISM, maior feira de candies e salgados do planeta, realizada anualmente em Colonia, na Alemanha. É o 19º ano que a empresa marca presença o evento. Uma maneira de reforçar perante os clientes do mundo todo seu portfólio que atualmente ultrapassa os 400 itens. A grande novidade da empresa nesta edição da feira fica por conta do lançamento, com exclusividade, da linha de chocolates da Florestal, formada por tabletes de diversos tamanhos com as marcas Hollander e Milkino, e drágeas da marca Spiks. Que grandes negócios possam ocorrem com a Florestal em 2019.


Fabiano Conte

Comments

SEE ALSO ...