Colunistas

Estratégia?

Flávio Meurer, publicitário [email protected]


Parece não haver consenso nas análises que tenho lido e ouvido sobre a atuação do presidente da República: suas ações e pronunciamentos seriam parte de uma estratégia e serviriam de "cortina de fumaça" para temas realmente relevantes - reforma da previdência, economia etc.? Ou seu alvo principal é justamente os temas na área dos costumes e da ideologia, para agradar certa parcela do seu eleitorado? Ou ainda suas provocações são apenas parte inerente ao comportamento bárbaro que não foi devidamente civilizado pelas instituições?

Muitos veículos de imprensa trataram diversas declarações do presidente como "polêmicas" e as usaram como forma de gerar interações e clickbaits (caça-cliques contados como "audiência" em páginas de internet). O adjetivo "polêmico" indicaria uma espécie de neutralidade, já que uma coisa polêmica é sempre questão de ponto de vista, uns podem concordar, outros não. Mas o que ele disse sobre o desaparecimento e a morte, durante a ditadura militar, do pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, gerou uma reação inédita. A fala, além de mentirosa, foi cruel, causando repúdio até em muitos aliados e repercussão negativa nos jornais. Depois, na sua live no Facebook, comentou o episódio enquanto cortava o cabelo, insinuando que não se trata de nada demais - enquanto cancelava encontro com o chanceler francês. Sua postura é uma afirmação constante de que se coloca acima do cargo que ocupa, como se suas opiniões pessoais é que contassem.

Estratégia cuidadosamente pensada ou não, os efeitos são o recrudescimento da polarização e a sensação de caos generalizado. Não parece haver, por parte do presidente e de seus asseclas, qualquer sinal de conciliação ou de chamada à pacificação, e para isso vale confrontar até mesmo a ciência e as instituições democráticas. Declarações semelhantes (ou piores) à que ele fez sobre Fernando Santa Cruz foram constantes em sua vida pública, desde que era deputado do baixo clero. Portanto, não se pode alegar é que suas atitudes sejam incoerentes com o que sempre defendeu. Se sua estratégia está sendo a ausência de estratégia, parece que tem dado certo.


Comments

SEE ALSO ...