Colunistas

Kardec - a história por trás do nome - o filme

Rosângela Justino Soares - Professora

Créditos: Rosângela Justino Soares

Muitos perguntam: - Allan Kardec fundou o Espiritismo?
- Não. O Espiritismo tem a autoria dos espíritos. Eles afirmaram, por meio das "mesas girantes", serem as almas daqueles que viveram na Terra.
- Que eram as "mesas girantes"?
- Também chamadas de "mesas falantes" ou "dança das mesas", como na brincadeira do copo, os Espíritos respondiam questões variadas, feitas por homens e mulheres nos salões parisienses do século XIX.
- Qual é a relação delas com o Espiritismo?
- A partir deste fenômeno banal o professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, depois Allan Kardec, passou a estudar os Espíritos, a sua realidade incorpórea e as suas relações com os "vivos". Resultado: a publicação de O Livro dos Espíritos.
- Por que a mudança de nome H. L. D. Rivail para Allan Kardec?
- Como os espíritos foram os autores de O Livro dos Espíritos, o professor Hippolyte que o organizou, respeitoso, anulou sua identidade e adotou o pseudônimo Allan Kardec, seu nome numa encarnação como sacerdote druida, na antiga Gália.
- Qual é a finalidade desta agitação na Cidade Luz, Paris, o centro cultural da Europa?
- Este rico ambiente cultural foi propício à divulgação ostensiva da realidade espiritual. A partir deste momento a verdadeira vida, a do espírito, deixou de ser crença pessoal para tornar-se um fato incontestável. Os "mortos" mostraram-se vivos.
- Qual é a consequência prática da convicção da alma imortal?
- Responder as perguntas essenciais do homem: quem sou? De onde eu vim? Para onde vou? O homem é um ser imortal, que reencarna na Terra para aprender, ensinar e auxiliar na melhoria do planeta que o acolhe. O propósito maior é evoluir.
O filme "Kardec: a história por trás do nome" mostra o seu trabalho sério e isento na codificação do Espiritismo. Em sua obra monumental, sugere que todos façam o mesmo. Porque "fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade". É a instauração da fé raciocinada. Pense nisto!

Comentários

VEJA TAMBÉM...