Colunistas

Lajeado na comemoração do Tri do Grêmio

A Cia dos Fogos comemorou junto com o time garantindo os foguetes que coloriram a Arena no dia 29 de novembro


Fogos do tri
O tricampeonato da Libertadores não foi de festa só para os torcedores do Grêmio. A Cia dos Fogos comemorou junto com o time garantindo os foguetes que coloriram a Arena no dia 29 de novembro, quando o time conquistou o título. O show de fogos teve quatro minutos de duração. No dia seguinte (30), foi a empresa lajeadense que também forneceu os foguetes de tiro na recepção à delegação, no retorno da Argentina.

Em tempo
A Cia dos Fogos atua no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e a tendência é subir o mapa empurrada pela demanda crescente. A empresa tem equipamento de ponta, o mesmo utilizado em Copacabana, no Rio de Janeiro, licenças legais, depósito apropriado e veículos próprios e licenciados, o que a credencia perante a clientela.

 

Elevador para aves
É de um agricultor de Estrela, morador da Linha Porongos, um invento que pode resolver muitos problemas no carregamento de frangos vivos em aviários. Edson João Thewes criou o Elevador Móvel Autonivelante, que inclusive já teve o pedido de patente publicado pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi). O encaminhamento foi feito pela Haas Advogados, de Lajeado,
Fruto de uma necessidade apresentada por um primo, o inventor desenhou e construiu o equipamento que diminui o esforço manual das pessoas ao carregar as caixas para posterior empilhamento em caminhões de transporte até o local de abate. A estrutura já está em uso há cerca de um ano e tem viabilizado uma média mensal de 200 cargas, o equivalente a 1,2 milhão de aves/mês. A unidade é móvel, o operador pode nivelá-la a qualquer tipo de terreno, tem sistema hidráulico e motor de combustão. Estudante de engenharia mecânica, Thewes já faz planos de produzir mais unidades do elevador.

A propósito
Existem equipamentos com função similar de carregamento de aves no mercado. Os modelos, porém, são na forma de esteiras móveis ou outros sistemas mais complexos.

 

Masha e Urso em bala e pirulito
A série de desenho animado Masha e Urso é a nova parceira licenciada pela Florestal Alimentos S/A. Os personagens vão estampar as embalagens de um pirulito bola nos sabores morango e chocolate e as balas mastigáveis da marca Zollé. A expectativa da indústria é conquistar os consumidores, apostando no carisma da dupla no meio infantil.

Em tempo
A Florestal é uma das maiores indústrias do setor doceiro do país e ocupa a posição de maior produtora de pirulitos planos da América Latina. Tem capacidade produtiva de 210 toneladas diárias, entre balas, pirulitos, gomas de mascar, drops, balas de goma e balas de pectina.

 

Mais tecnologia
Para estimular as novas empresas de tecnologia, o Sebrae/RS promoverá a terceira edição do Startup Day, ação do Programa Startup RS. Será terça-feira, no Pier X Iguatemi (Avenida João Wallig, 1800, em Porto Alegre), a partir das 9h. O objetivo do evento é reunir empresas promissoras na área de TI e gerar networking. As inscrições gratuitas são abertas para empresários e interessados no tema e devem ser feitas pelo link https://goo.gl/MHkPd4.
São parceiros no evento a Associação Gaúcha de Startups (AGS), o Sindicato das Empresas de Informática do Rio Grande do Sul (Seprorgs), Wow, Ventiur, Grow, Startse, Tecnopuc/Raiar, Tecnosinos/Unitec, CEI/Ufrgs, Poa Hub, Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) e Semente Negócios.


Consumo natalino

De acordo com pesquisa de expectativa de consumo, realizada pela CDL POA e Sindilojas Porto Alegre, 55,3% despertam a atenção para a data quando vêem as decorações das lojas (no ano passado, este percentual era quase a metade: 26%). Outros 25,5% ficam em alerta sobre o Natal a partir das propagandas na mídia e 6,3% quando o presenteado começa a cobrar pelo regalo.
Sobre o local de compra, 52,6% escolheram as lojas de rua - por causa do melhor preço (43,9%), da variedade de lojas/produtos (14,1%), das promoções (8,8%) ou da proximidade de casa ou do trabalho (6,2%). A preferência por lojas de shopping este ano foi de 43,4% do público e, em 2016, representava 60% da escolha dos consumidores.

 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...