Colunistas

Mepase garante, na Justiça, o uso da marca Ridewave

Após mais de dois anos de batalha judicial, está decidido que a marca de confecções Ridewave não se confunde com a de chinelos Rider


Disputa de marcas encerrada
Após mais de dois anos de batalha judicial, está decidido que a marca de confecções Ridewave não se confunde com a de chinelos Rider. A sentença final e definitiva do Superior Tribunal de Justiça (STJ) saiu ontem e põe fim ao processo originado pela Grendene, dona da marca Rider, contra a Mepase. A defesa da indústria de Forquetinha foi feita pela Haas Advogados _ Consultoria Jurídica, que possui escritórios em Lajeado e Porto Alegre e tem atuação nacional e internacional.
A Grendene sustentava seu pedido de anulação do registro da Ridewave pela semelhança visual, gráfica e de fonética entre as marcas, questão essa contestada pelos advogados da indústria da região. O processo tinha como réus a Mepase e o próprio Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), que concedeu o registro à empresa em 2010, cinco anos após a data do depósito do pedido. A decisão do STJ consolidou a sentença da Justiça Federal de Lajeado, e como tal mantida pelo TRF 4, que concluiu pela "improcedência do pedido de decretação da nulidade do registro", determinando a baixa definitiva para o Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

 

Gestão de vendas
A Retta Tecnologia da Informação, de Lajeado, comemora a expansão comercial de seu produto de gestão de vendas, chamado Demander. Um dos clientes mais recentes é a DiPães, de Paraíso, Santa Catarina. A indústria de pães congelados com atuação no Sul do país implementou a ferramenta que funciona como um sistema de apoio à equipe comercial externa. Através dele o vendedor tem um aplicativo para gestão do seu dia (rotas de visita, vendas, informações financeiras do cliente, metas, comissão) e o gestor acompanha em tempo real o desempenho da equipe através de um painel web.
A Retta está no mercado há 12 anos. Depois do RS, o maior número de clientes está em Minas Gerais e São Paulo.


Negócios com os alemães
Os alemães vem dispostos a fazer negócios por aqui. Nos próximos dias 13 e 14 ocorre, na sede da Fiergs, em Porto Alegre, o Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EBBA). O evento é sediado pela primeira vez em no Estado e tem como objetivo oportunizar contatos e negócios entre empresários dos dois países. Segundo a organização, cerca de 500 empresários alemães são aguardados.
E a Associação Comercial e Industrial de Lajeado estará presente com um estande projetado para facilitar o contato entre os associados e os "deutsche" empresários. As empresas interessadas devem entrar em contato com a Acil para viabilizar sua participação. Mais informações no site www.eeba2017.com


Catamoeda

A ordem é resgatar as moedas do fundo da carteira ou acumuladas nos cofrinhos para depositar no banco. A campanha nacional do Sicredi se chama Catamoeda e prevê o incentivo da atitude a partir de equipamentos como o que já está instalado na agência do Centro de Lajeado. Em todo o Brasil, são 86 unidades que já aderiram ao Catamoeda.
O projeto do Sicredi já conta com 151 mil moedas depositadas. A média está em R$ 54,00 por associado, o que é considerado uma quantia alta em se tratando de moedas.

A propósito
Dados divulgados pelo Banco Central (BC) mostram que 35% das moedas emitidas no Brasil estão fora de circulação. Isso gera custo para o País com a emissão de novas moedas e prejuízo para os estabelecimentos e clientes devido à falta de troco.

 

Reciclagem de embalagens
A Launer Química de Estrela lançou o projeto "Launer Recicla - reciclar para fazer o bem". A ação promove a coleta das embalagens plásticas da empresa e envia para reciclagem. O dinheiro gerado com a venda do material coletado será destinado para instituições sem fins lucrativos.
Sediada em Estrela, a Launer atua em diferentes segmentos da indústria. Entre eles, produtos farmacêuticos de uso veterinário, insumos e ingredientes para indústrias de laticínios.


Compras de Natal
"Natalzão dos Sonhos" é a campanha de final de ano da Lojas Lebes, que este ano vai realizar o desejo de dez clientes que receberão R$ 10 mil cada. Os clientes ainda terão outras surpresas durante os meses de novembro e dezembro. A cada sábado, duas filiais da rede serão brindadas com a visita do Papai Noel, que escolherá um cliente por loja para ganhar um presente. Os 16 sortudos que estiverem na "hora certa" e na "loja certa" ganharão um "Presentão de Natal Lebes".
As ações de final de ano culminam com a "Chegada do Papai Noel" e a apresentação do Coral do IPA nas janelas da Lebes Life Store, no centro da capital gaúcha, no dia 15 de dezembro. 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...