Colunistas

Mercado em foco

Créditos: Simone Rockenbach

Brasil sem limites

Fruto dos investimentos feitos no último ano, a Docile Alimentos foca agora na consolidação de sua malha distribuidora no Brasil. A indústria lajeadense já atua em todo o país, mas com as novidades em produtos e aporte financeiro feitos ao longo do ano passado, preparou-se para ampliar mercado, pulverizando a presença do mix.
Associado ao novo Centro de Distribuição de oito mil metros quadrados, a empresa lançou a linha de canudinhos e fitinhas, o que representou um montante de R$ 20 milhões aplicados. A novidade também já é vendida a clientes de outros países, contribuindo com a participação de 15% das exportações no faturamento. A Docile opera hoje em uma área construída de 40 mil metros quadrados, empregando 945 pessoas, entre a unidade principal de Lajeado e a filial de Vitória de Santo Antão, em Pernambuco.

A propósito
Mesmo diante das incertezas econômicas do ano, a projeção é fechar 2018 com incremento de 10% no faturamento. E quanto ao futuro, muitos planos. Alguns com data para serem colocados em prática, como novos maquinários e uma linha limitada com o personagem unicórnio, febre entre as crianças, que chega ao mercado em setembro. Outros, mais ousados, aguardam um cenário econômico de país que se apresente favorável e seguro ao paladar aguçado da empresa que se especializou em guloseimas e não pensa em parar de crescer.

Investimento de R$ 50 milhões

A força cooperativa presente na região dá mais uma prova de seu potencial. A Cooperativa Languiru anuncia investimento de aproximadamente R$ 50 milhões no município de Westfália. O valor será aportado em obras de ampliação do Frigorífico de Aves, que terá sua capacidade de abate duplicada nos próximos cinco anos, e na construção de Supermercado Languiru no centro da cidade.

A primeira etapa, prevista para ser finalizada até 2020, compreende o aumento do abatedouro, com mais 2,2 mil metros quadrados de área construída. Com produção que poderá chegar a 220 mil frangos/dia, vai gerar 120 novos empregos. E o resultado se dá em toda a cadeia. A Languiru estima o acréscimo de 48 mil matrizes para produção de ovos férteis; acréscimo na integração avícola para abate de mais 35 mil frangos/dia; e 70 novos aviários, com 1.600 metros quadrados cada. Hoje, o Frigorífico de Aves da Languiru conta com 873 funcionários e área total de mais de 18 mil metros quadrados.

Em tempo
Já o novo supermercado contará com 3,6 mil metros quadrados. As obras de construção devem iniciar em janeiro próximo.

Sem fronteiras

? A gaúcha Panvel, que tem 415 lojas na região Sul, quer invadir São Paulo a partir de 2019. A companhia, que hoje tem apenas quatro lojas na capital paulista, almeja chegar a 45 pontos de venda.
? A Vinotage, marca de cosméticos elaborados à base de óleo extraído da semente da uva e seus derivados, está ampliando seu portfólio com três novos sabonetes em barra. Com a novidade leia-se Famiglia Valduga.
? A Univates confirmou mais um polo de educação a distância nesta semana, desta vez na Região Metropolitana. Será em Triunfo, onde vai funcionar a 14ª unidade.

Força imobiliária

Em Arroio do Meio, nasce a Associação dos Profissionais e Empresas da Construção Civil, Setor Imobiliário e Afins (Apreciam). A entidade, presidida por João Carlos Hilgert, tem o desafio de movimentar, organizar e profissionalizar o setor imobiliário.

E a primeira iniciativa é a Imove, denominada a "primeira feira do meio do Vale", numa referência à localização geográfica do município. O evento, que vai ocorrer nos dias 21 e 22 de setembro na Rua Coberta, no Centro, será exclusivo para empresas da cidade. Além da oferta de imóveis, a programação também vai contemplar mostra de profissionais envolvidos com o setor, de pedreiros e pintores a engenheiros e arquitetos.


Simone Rockenbach

Comments

SEE ALSO ...