Economia

Rede bancária oferece consignado com garantia do FGTS

Para trabalhador ter acesso, é necessário que a empresa tenha convênio com a instituição financeira

Créditos: uciane Eschberger Ferreira
- Lidiane Mallmann/arquivo

Lajeado - O crédito consignado com garantia dos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) está disponível na rede bancária. Pioneira na modalidade, a Caixa pretende aumentar o volume de crédito direcionado a trabalhadores do setor privado, por meio da oferta de taxas mais competitivas aos clientes. A determinação legal é de que a taxa máxima para este tipo de operação seja de 3,5% a.m.. Na Caixa, as taxas para a modalidade serão a partir de 2,63% a.m., de acordo com o perfil do empregador e do cliente pessoa física.

Para ter acesso ao crédito, é necessário atender alguns critérios, conforme explica o gerente regional da Caixa - Superintendência Regional Vale do Sinos, Rodrigo Magrin (veja quadro). Os valores do empréstimo, segundo ele, são limitados aos disponíveis de garantia e margem consignável, conforme a lei. "A garantia, que será o somatório de 10% do saldo disponível na conta do FGTS e de 100% da multa rescisória, deverá cobrir integralmente o valor a ser emprestado."
Quanto ao prazo de pagamento, Magrin destaca que o Conselho Curador do FGTS definiu em 48 o número máximo de parcelas. 

Requisitos
- Empregador possuir convênio de crédito consignado ativo com a Caixa
- Empregado possuir margem consignável disponível para averbação de parcela em folha de pagamento
- Empregado com vínculo empregatício de, no mínimo, 12 meses junto à empresa do setor privado
- Receber crédito salário em conta corrente da Caixa
- Dispor de saldo de FGTS compatível com o valor de empréstimo desejado, ou seja, 10% do saldo disponível na conta do FGTS e de até 100% da multa rescisória prevista.

Saiba mais
As empresas que desejarem disponibilizar a modalidade a seus empregados podem procurar a agência Caixa de relacionamento para saber como assinar o Convênio de Consignação Caixa. O banco também coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) em caso de dúvidas, por meio do telefone 0800 7260101.

 

Confira reportagem completa em nossa edição impressa.

Comentários

VEJA TAMBÉM...