Economia

Uma loja dedicada ao fã de esporte

Há 31 anos, DMF comercializa produtos esportivos no Vale

Créditos: Julian Kober
"É a loja mais completa de esportes", garante o proprietário Décio Manoel Flach - Julian Kober

LAJEADO | Há 31 anos, a DMF Esportes dedica-se à atender os apaixonados de esportes do Vale do Taquari e Vale do Caí. Com cinco lojas nos municípios de Lajeado, Teutônia, Montenegro e Taquari, possui equipamentos e vestuário para as mais diversas modalidades.

"Somos a loja mais completa do Estado", garante o fundador, Décio Manoel Flach (59), que há três décadas busca oferecer produtos das melhores marcas e criou um relacionamento diferenciado com os clientes.

Desde pequeno, o empresário natural de São Lourenço do Oeste (SC), sonhava em abrir o seu próprio negócio. Para isso, começou a guardar dinheiro assim que começou a trabalhar. "Quando recebi o meu primeiro salário, pedi para o meu tio depositar metade. E eu tive que me virar com o resto", relata.

O desafio deu certo: oito anos depois, abriu a primeira loja em Paverama, no dia 6 de abril de 1988. Com 54 metros quadrados, o pequeno estabelecimento vendia calçados e algumas bolas e foi nomeada com as iniciais do proprietário. Aos poucos, passou a se dedicar à venda de materiais esportivos.

Para trazer as principais novidades ao Vale do Taquari, Décio passou a construir um relacionamento com as grandes marcas do setor, como Nike e Adidas. De tempos em tempos, viajava até São Paulo e voltava com as atualidades.

Era questão de tempos até a DMF espalhar-se pela região. Em 1990, foi aberta a primeira filial, em Teutônia, depois Taquari (1992), Montenegro (1997) até que em 2005 veio para Lajeado, na Rua Júlio de Castilhos. Cinco anos depois, foi aberta a filial no Shopping.

Nos estabelecimentos, há acessórios para todo o tipo de esporte, desde futebol, basquete, tênis, corrida, paddle, vôlei, entre outros. Para cada modalidade, é possível encontrar algum item. Os tenistas, por exemplo, podem adquirir da raquete ao grip, além da testeira ou munhequeira. Na loja de Lajeado, na Rua Júlio de Castilhos, há uma máquina para encordoar raquetes, o único do Vale. Aos fãs de futebol, há também camisetas de vários times, brasileiros e internacionais, e bolas de diversos campeonatos. "Tem que ter tudo, para você atender a todos, desde o esportista amador ao profissional", defende Décio.

Em palestras sobre empreendedorismo, costumam perguntar ao proprietário da DMF qual o segredo para permanecer mais de 30 décadas no mercado. O segredo, segundo ele, é a atenção aos pequenos detalhes. Todo o domingo, por exemplo, Décio vai até a loja do Centro para baixar a cortina. "Tem que prezar pela excelência. O produto não pode amarelar. Ele tem que estar bem conservado. E se um cliente de Teutônia pede uma camisa na filial de lá, eu pego o carro e levo. São estes pequenos detalhes que fazem a diferença", afirma.

Para o empresário, o atendimento pessoal com os clientes é o principal diferencial contra o mercado on-line. "Você tem que estar na loja para garantir que o cliente tenha a satisfação de comprar no estabelecimento. As lojas físicas vão perdurar, apesar da concorrência."

 

Comments

SEE ALSO ...