Esporte

7 de Setembro conquista o Regional Certel Sicredi pela primeira vez

SER São Cristóvão consegue o pentacampeonato ao derrotar o Rui Barbosa

Créditos: Guilherme Rossini
SER São Cristóvão, de Lajeado conquista pela quinta vez o Regional Certel Sicredi - Elton de Andrade

Vale do Taquari - Pela primeira vez na história, o 7 de Setembro de Capitão é campeão do Regional Certel Sicredi. Mesmo jogando em Linha Berlim, na casa do Juventude de Westfália, com a desvantagem de ter perdido o primeiro jogo por 5 a 2, a equipe venceu no tempo normal e nos pênaltis, conquistando de forma inédita a competição meste domingo (2). Pelos Aspirantes, após o empate na primeira partida entre SER São Cristóvão, de Lajeado e Rui Barbosa, de Arroio do Meio, quem vencesse ficaria com o troféu do campeonato. Com três gols de João, a equipe lajeadense conquistou pela quinta vez o Regional Certel Sicredi.

A finalíssima dos titulares foi recheada de reviravoltas e emoção até o final. Com a vantagem da vitória no primeiro jogo, o Juventude lotou seu estádio, esperando ver mais um título, como aconteceu há dois anos. E a equipe começou bem, saindo na frente no placar. O artilheiro da equipe, Joceir, marcou no final do primeiro para a equipe de Westfália. A vitória e o título da equipe mandante duraram até os 38 minutos do segundo tempo, quando Juninho, do 7 de Setembro, empatou a partida e fez renascer a esperança do título. Com o gol, aumentou a pressão e o 7 de Capitão marcou mais uma vez, agora com Lins.

O resultado de 2 a 1 levou a decisão para ser definida nos pênaltis. Após a virada, no tempo normal, agora o desafio da equipe de Capitão era conseguir o título vencendo nas penalidades máximas, e foi o que aconteceu. Com a disputa empatada em 4 a 4, o quinto batedor do Juventude era Joceir, o artilheiro. Mas ele acabou chutando na trave, e Biano marcou o gol da vitória e do título do 7 de Setembro, que comemorou pela primeira vez a conquista do Regional Certel Sicredi.
Os campeões entraram em campo escalados com Ademir, Zequi (Pelego), Zinho, Marron (Biano) e Rafinha (Tadeu); Eduard (Cássio), Paraguai, Tampa e Juninho; Éderson (Secon) e Lins (Marcelo), comandados pelo treinador Arlei Halflinger. Já os vice-campeões que jogaram foram Mateus, Marco (Felipinho), Xandão, Jonas e Paulista; Felipe, Capela, Jucimar e Joceir; Amarelo e Maikel, com o treinador Valdair Kliks no banco de reservas.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...