Esporte

Brasil conquista 46ª Copa América

Em tarde inspirada de Everton Cebolinha, Brasil derrota o Peru por 3 a 1 e ganha nono título do torneio


- CBF/divulgação

RIO DE JANEIRO - Cinco títulos nas cinco vezes que a Copa América foi disputada no Brasil. Esse é o retrospecto impecável da Seleção Brasileira quando o assunto é jogar o torneio em casa. Com direito a expulsão de Gabriel Jesus e brilho do melhor jogador da partida e artilheiro da competição, Everton Cebolinha, a seleção comandada por Tite venceu o Peru por 3 a 1 e conquistou seu nono título da competição.

O Brasil não chegou a ser imensamente superior aos peruanos no primeiro tempo no Estádio Maracanã, mas os gols de Everton e Gabriel Jesus deram tranquilidade a equipe. Porém, o gol de Paolo Guerrero deu esperanças aos comandados de Ricardo Gareca, pois foi a primeira vez no torneio que o goleiro Alisson foi vazado. Contudo, em certo ponto da segunda etapa, o jogo esquentou. Com isso, Gabriel Jesus foi expulso, mas nem assim o Peru avançou e apertou o Brasil. Em uma tarde inspirada de Everton, que também sofreu o pênalti convertido por Richarlison, a Seleção Brasileira se sagrou campeã da 46ª Copa América.

 Everton Cebolinha faz jogo da vida

Não só na primeira final, como na primeira competição vestindo a camisa da Seleção Brasileira, o atacante Everton Cebolinha foi o artilheiro e destaque do Brasil. Com um gol e um pênalti sofrido na final contra o Peru, o jogador foi escolhido o melhor jogador da partida de ontem. Com três gols, ele foi o goleador da competição, ao lado de Paolo Guerrero.

O substituto de Neymar, que não começou a Copa América como titular, sem dúvida seguirá nas próximas convocações da Seleção Brasileira. Além disso, com o fantástico desempenho na competição Sul-Americana, o jogador deve se transferir para a Europa ainda nessa janela, a fim de continuar o processo de evolução de seu futebol.

O jogo

O primeiro tempo entre Brasil e Peru foi acirrado, com poucas chances, mas muita efetividade. Aos 14 minutos, Gabriel Jesus fez grande jogada, cruzou e Everton Cebolinha, de primeira, abriu o placar. Depois do gol, o Brasil dominou a partida até que, aos 40 minutos, o juiz marcou toque de mão de Thiago Silva dentro da área, conferido e confirmado pelo VAR. Guerrero converteu o pênalti e empatou o placar. Porém, aos 47, Firmino roubou a bola, Arthur passou e Jesus, sozinho, marcou o gol da vitória parcial por 2 a 1.
Na segunda etapa, a expulsão de Gabriel Jesus, aos 25 minutos, dificultou um pouco o jogo para o Brasil. Porém, Everton assumiu a responsabilidade, e depois de grande jogada, sofreu pênalti, aos 41 minutos. Richarlison bateu, converteu e sacramentou a vitória da Seleção Brasileira por 3 a 1 e o título para a equipe comandada por Tite.

Comments

SEE ALSO ...