Esporte

Esporte Legal traz interação e saúde

Projeto conta com a participação de 500 alunos em Lajeado

Créditos: Carolina Schmidt
EXPERIÊNCIA: professor participa de projetos sociais há três décadas - Lidiane Mallmann

Lajeado - A interação e a prática de esportes são os objetivos do projeto Esporte Legal. A iniciativa está presente no Centro Esportivo do Bairro Centro e nos bairros São Bento, Jardim do Cedro, Moinhos, Imigrante e Montanha. Crianças e adolescentes fazem parte das turmas que praticam, no turno oposto ao escolar, das modalidades vôlei, futebol, basquete e outras atividades de recreação e bem-estar da saúde.

Na lista dos professores e voluntários que abraçaram o projeto, está Adilvo Batistti. Ele ministra aulas de Educação Física há 33 anos e participa de projetos sociais em praticamente todo esse período.

"Anos atrás, o projeto existia em outro formato. Os ônibus passavam no bairros e recolhia as crianças. Hoje, temos núcleos específicos nas regiões da cidade." As aulas do professor Adilvo acontecem, duas vezes por semana, no Centro Esportivo do Bairro Centro. Além de fazer bem para a saúde do corpo e da mente, o projeto também traz valores como disciplina, foco, trabalho em equipe, concentração e respeito.

"Todos precisam se sentir bem aqui. A criatividade e sociabilidade do projeto são muito importantes, além da contribuição para o crescimento pessoal dos estudantes. " Para o professor é uma realização pessoal e profissional participar do projeto. "Fico muito feliz, porque os alunos reconhecem o meu trabalho. Muitos que passaram pelo programa dão o retorno de que fui importante na vida deles e pude contribuir na formação como ser humano."

A turma de Adilvo tem 25 meninos e meninas. Paola Backendorf (17) é uma delas. A jovem diz que o professor é como um pai. "É uma pessoa muito querida e especial." Ela participa do Esporte Legal desde os cinco anos, por incentivo das irmãs que também já fizeram parte da turma. Hoje, ela está no grupo do vôlei. "Além de praticar o esporte, participar da atividade traz uma energia muito boa", comenta.

O projeto
O Esporte Legal é coordenado pela Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer de Lajeado. De acordo com o secretário, Carlos Reckziegel, as atividades ocorrem nos ginásios das escolas dos bairros contemplados ou das comunidades.

Segundo ele, as atividades ocorrem, pela manhã e tarde, e são gratuitas. "Além de realizarmos o projeto nos bairros, também fizemos visitas nos núcleos. É muito interessante o desenvolvimento que traz aos alunos." O projeto está de férias e retorna em fevereiro com as aulas escolares. De acordo com Reckziegel, ainda há vagas abertas para as crianças que estão no Ensino Fundamental. Para participar, é preciso entrar em contato com a secretaria pelo telefone 3982-1140. Segundo ele, até o momento, são atendidas 500 crianças nos núcleos do projeto. "As atividades também são uma forma de encaminharem eles para o caminho do bem e da saúde."

Além do Esporte Legal, a secretaria realiza outros projetos da área nos bairros. A arte marcial e a capoeira também são destaque entre os alunos que estudam na Escola Francisco Oscar Karnal, no Santo Antônio. "Essas atividades trabalham muito a disciplina e o respeito. A capoeira, por exemplo, traz a cultura afro dentro da escola." Para os adultos, o destaque na área esportiva é a "Ginástica de Bem com a Vida". A iniciativa reúne, principalmente, a Terceira Idade.

Bairros e atividades realizadas
São Bento - Futsal e ginástica junto ao posto de saúde
Centro Esportivo Municipal - Vôlei, futsal, basquete, ginástica
Jardim do Cedro - Futsal
Moinhos D'Água - Núcleo de futsal
Imigrante - Futsal
Montanha - Futsal

Comentários

VEJA TAMBÉM...