Esporte

Juventude no comando

Aos 29 anos, André Delazeri assume a presidência da Alaf

Créditos: Guilherme Rossini
DIRETORIA: Marcelo Cardoso, Juliano Érico Brand, Adilson Ervino Brand, Fabiano Pasch, Cléria Claisa Rohenkohl, André Delazeri, Gerson Krämer, Dailor Cristiano Hauenstein e Alexandre Heisler - Guilherme Rossini

Lajeado - Nos últimos quatro anos, Alexandre Heisler esteve no comando da Associação Lajeado de Futsal (Alaf). O mais novo ex-presidente do clube vinha encontrando dificuldades em passar o bastão para um novo sucessor. Porém, em uma eleição com uma única chapa, André Delazeri (29) foi eleito o novo mandatário do time nos próximos dois anos. "Quero agradecer pela confiança que estão depositando em mim. Me aproximando do clube desde 2015, fui percebendo a cada dia a importância dele, tendo ciência da nossa responsabilidade não só no estado, mas em todo o Brasil", diz Delazeri.

Apesar da troca de comando, o atual e o ex-presidente deixaram claro que a linha de trabalho continuará a mesma dos últimos quatro anos. "É claro que é fundamental uma renovação. Não só na presidência, mas na diretoria e futsal. É muito comum e compreensível que quando se passa muito tempo fazendo algo, vamos nos desgastando na função. É uma troca que vem ocorrendo naturalmente, mas na verdade, nada irá mudar em nossa linha de raciocínio", diz o novo presidente.

Quem é o novo presidente da Alaf?

André Delazeri tem 29 anos, é morador de Arroio do Meio e trabalha na Univates. O acadêmico em Gestão da Tecnologia da Informação atua no setor de suporte ao usuário na universidade. Sua relação com a Alaf teve início em 2015, quando ele começou a frequentar o ginásio para assistir as partidas da equipe. Neste período, ele foi um dos fundadores da Galera da Cabine, uma espécie de torcida organizada do clube. Então o jovem conheceu Alexandre Heisler, na época presidente da Alaf, e começou a se oferecer para ajudar o clube, buscando engajar-se com a diretoria. "O André veio com a gente, querendo ajudar. Sempre há espaço para quem quer auxiliar. No meu segundo mandato, ele foi secretário, e já auxiliou bastante o clube na questão das competições e na logística", enfatiza Heisler.

Planos para o biênio 19-20

Apesar de não ser mais presidente da Alaf, Alexandre Heisler continuará na diretoria, agora como tesoureiro. "O André está assumindo agora, mas como fiquei por um grande período, não posso despejar tudo nele, por isso a transição terá que ser no dia a dia, bem tranquila", explica o ex-presidente. O novo presidente, André Delazeri, que ficará por dois anos no comando, vê que este é mais um importante início de trabalho. "Em 2015, o Alexandre pegou o clube quebrado. Hoje, apesar de estarmos na ascendente, consideramos que o ideal é como se fosse considerar o trabalho do zero, pois são poucos que têm essa oportunidade de assumir um time estruturado", diz. Heisler vê que a renovação mostra que a Alaf não é só de Lajeado, mas do Vale do Taquari. "Temos na diretoria pessoas de Arroio do Meio, Encantado, Paverama e muitas outras cidade. Isso é muito legal, e abre portas para que o clube cresça cada vez mais", enfatiza.

Apesar das trocas na diretoria, o novo presidente entende que a determinação das funções e cargos são uma mera formalidade. "Aqui na Alaf, não importa a função, tanto faz. Vocês vão ver como todo mundo acaba fazendo muito mais do que foi previsto, é normal. Para quem quer ajudar, sempre tem espaço", fala.
No primeiro semestre, a equipe provavelmente disputará um torneio regional entre as ligas e a previsão é para que no segundo semestre tenham as competições com Séries Ouro, Prata e Bronze. "Agora em fevereiro começaremos a discutir o planejamento, sem fazer loucuras, é claro. Com as competições, que devem ser duas em 2019, poderemos ver a equipe que montaremos, sempre nos preocupando em não gastar mais do que temos", diz Delazeri.

Comentários

VEJA TAMBÉM...