Esporte

Marcelo Giba deixa Alaf após seis temporadas

Líder dentro e fora da quadra, atleta tem grande identificação com a entidade e com a torcida

Créditos: Helena Baségio
INTENSO: liderança, garra e entrega de Marcelo Giba lhe renderam muitos fãs em Lajeado - Elton de Andrade

Lajeado - O encerramento de ciclos é natural em equipes esportivas. Alguns, no entanto, são mais dolorosos pelo nível de envolvimento entre o atleta que sai com a entidade e sua torcida. O anúncio de que o capitão Marcelo Giba não permanecerá na Alaf em 2019 é um caso de "rompimento" difícil, pelo grau de identificação alcançado nas seis temporadas em que ele vestiu a camisa do time lajeadense.

A nota divulgada pela Alaf mostra bem este sentimento: "Há jogadores que vestem a camisa, outros compram a ideia do clube e lutam pela equipe, mas o Gibinha incorporou a camisa 11 e a tomou como segunda pele desde sua chegada, em 2013. Por seis vitoriosas temporadas, Marcelo Giba, capitão e Camisa 11 tornaram-se sinônimos. Muito obrigado por toda a dedicação e profissionalismo que demonstrou dentro e fora das quadras, tornando-se exemplo para os companheiros, torcida e principalmente para seus pequenos alunos das escolinhas. Desejamos toda a sorte e felicidades na sequência da sua carreira, fique com a certeza de que deixou muitos amigos em Lajeado e que as portas sempre estarão abertas para o nosso capitão."

Marcelo Giba também se manifestou sobre sua saída da Alaf. "Aos torcedores, quero agradecer pelo acolhimento e carinho nessas seis temporadas. Hoje, me sinto em casa em Lajeado, cidade onde construí família e fiz muitos amigos. Estou muito feliz pelas competições que disputamos em todo esse período, no qual eu sempre dei meu máximo para o meu bem e o bem da instituição. Tenho certeza de que hoje deixei muitos amigos e as portas abertas para o futuro. Muito obrigado!" Nas seis temporadas como atleta da Alaf, Marcelo Giba foi campeão da Copa Lupicínio Rodrigues, em 2013; da Liga Sul em 2014; da Copa Lupicínio Rodrigues em 2014; da Copa dos Vales em 2016; e da Taça Nacional de Giruá.

Comentários

VEJA TAMBÉM...