Esporte

Na rota do Brasil

Bélgica bate a Inglaterra e entra no caminho da Seleção Brasileira num possível duelo nas quartas de final

Créditos: Redação
- Fifa/divulgação

Kaliningrado - O boato de que Bélgica e Inglaterra entrariam para perder o jogo - e evitar o chaveamento mais forte do Mundial - não se confirmou. Na tarde de ontem em Kaliningrado, apesar das duas equipes já estarem classificadas e apostarem em time mistos, o que se viu foi um confronto intenso e de muita movimentação. A vitória belga nasceu aos cinco minutos do segundo tempo com gol de Adnam Januzaj. Com a vitória, a Bélgica termina a primeira fase na liderança do Grupo G com nove pontos. No entanto, cai na chave considerada mais difícil, podendo projetar um confronto com o Brasil nas quartas de final. Nas oitavas, os belgas encaram o Japão, na próxima segunda-feira em Rostov. Como segundo do grupo, os ingleses jogam na terça-feira diante da Colômbia, em Moscou.

GRUPO G
No confronto entre as eliminadas Tunísia e Panamá, pelo Grupo G, melhor para o time africano em Saransk. Os panamenhos saíram na frente com gol contra de Meriah, após chute de José Rodríguez. A Tunísia virou o jogo na etapa final com gols de Ben Youssef e Khazri.

GRUPO H
Com um futebol burocrático, o Japão nem de longe apresentou o futebol competitivo dos dois primeiros jogos do Mundial. Na manhã de ontem diante da Polônia, em Volgogrado, melhor para os europeus, que aproveitaram a apatia dos asiáticos e venceram por 1 a 0. Bednarek anotou o gol. Apesar da derrota, o Japão está classificado com o segundo lugar do Grupo H pelo critério técnico dos cartões amarelos. 

No confronto direto por uma das vagas nas oitavas no Grupo H, a Colômbia confirmou a sua classificação, com o zagueiro Mina, no segundo tempo, na vitória sobre de Senegal por 1 a 0. Com a mesma pontuação do Japão, os africanos acabaram eliminados pelo número de cartão levados ao longo do Mundial.

Comentários

VEJA TAMBÉM...