Esporte

O sonho não pode acabar

Centro de Treinamento, idealizado pelo patinador Marcel Stürmer, vive a expectativa da renovação do projeto via Ministério do Esporte


- Lidiane Mallmann

Lajeado - Um ano se passou e muitos sonhos foram construídos. Para 40 crianças de seis a 10 anos contempladas pelo Centro de Treinamento de Patinação Artística de Lajeado, projeto idealizado por Marcel Stürmer, a modalidade ganhou novos adeptos, a cidade uma nova opção para revelar atletas de alto rendimento.

Nessa quinta-feira, a partir das 14h, no gabinete do Prefeito Marcelo Caumo, reunião será realizada para firmar os últimos ajustes visando o início da nova etapa do projeto. "Nesse novo momento, a ideia é continuarmos a fase de desenvolvimento técnico das crianças já dentro das novas regras da patinação - a modalidade sobre rodas passa por um momento grande de transição e um novo sistema de julgamento e pontuação está sendo instalado ao redor do mundo, o chamado Rollart, critério similar a patinação de gelo", explica Marcel.

O objetivo dessa segunda etapa do projeto, é alavancar a qualidade dos alunos para que possam competir em disputas oficiais. "Além disso queremos abrir novas vagas para patinadores da região que já se destacam em competições para poderem aproveitar a estrutura técnica oferecida pelo CT. Nosso grande plano é continuar com o desenvolvimento da patinação na cidade, produzindo novos atletas e colaborando com a manutenção e crescimento contínuo dos que já estão em atividade", esclarece o patinador. "A ideia é transformar esse CT num centro de excelência no esporte. Com alunos desde o primeiro nível de aprendizado até atletas que possam competir em busca de resultados relevantes", completa a professora Jaqueline Nonnenmacher, responsável por conduzir o projeto no município.

Para ela, a presença de Marcel é o principal diferencial para esse grupo de alunos. "O Marcel conquistou o mundo da patinação treinando e competindo em mais de 25 países. A bagagem que ele trás para essas crianças, através das experiências passadas, é imensa e linda de se ver", relata Jaqueline.

"Sinto-me realizado em poder manter, junto com a prefeitura, esse projeto em Lajeado. É um esforço de toda a equipe. A Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, (Secel) e a Jaque têm tido dedicação total em atender as demandas para que essa nova etapa do projeto ocorra", conclui Marcel.

O começo
O projeto nasceu em 2014 a partir de uma ideia de Marcel Stürmer junto ao Ministério dos Esportes. O objetivo era de criar um centro de treinamento onde crianças que sonhassem em patinar pudessem encontrar um local que as recebessem gratuitamente e pudessem introduzi-las na modalidade. "No mesmo ano comecei a escrever minhas ideias. O projeto foi prontamente abraçado pela Prefeitura de Lajeado com dedicação total desde a fase de elaboração. Diversas foram minhas visitas à Brasília para buscar aprovação e recursos para a iniciativa", lembra o atleta. "A ideia desde o início foi de recriar o começo da minha carreira, por isso Lajeado e a Jaqueline", afirma Stürmer.

"Nesse primeiro ano descobrimos muitos talentos, crianças que desenvolvemos tecnicamente, mas muito além disso, vimos esses pequenos acreditarem nesse sonho e correrem atrás dele. Um das coisas mais bonitas que vimos foi o envolvimento das famílias. Esse é um dos fatores mais importantes e mais difíceis porque precisa acontecer naturalmente. Estamos todos ansiosos para a nova etapa", relata.

Comentários

VEJA TAMBÉM...