Esporte

Unimed VTRP renova patrocínio com a Blindados do Vale

É o terceiro ano consecutivo que a Cooperativa apoia o projeto paradesportivo que está em atividade desde 2002


- divulgação

Lajeado - Saúde física, mental e superação diária. Estes três conceitos entrelaçados ajudam a compreender um pouco a importância do trabalhado desenvolvido na região pela equipe de basquete cadeirante Blindados do Vale. Único time desta modalidade de paradesporto em atividade ininterrupta desde 2002, o Blindados recebeu mais um impulso para manter o trabalho neste ano. Na última semana, a Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) renovou o contrato de patrocínio com a equipe para a temporada 2018. É o terceiro ano consecutivo da parceria.


A assinatura de mais um ano de apoio ocorreu na sede da cooperativa, em Lajeado. Reconhecida como a segunda força do estado em 2015, o Blindados do Vale vem buscando mais uma vez seu espaço em 2018. Com rotina de treinamentos de três vezes por semana no Parque do Imigrante, a projeção é de bons resultados nesta temporada. "Faz 22 anos que sou cadeirante, e o esporte com certeza é um dos principais motivos da minha superação. Deficiência não é doença. Aqui, todos se ajudam, se motivam e se apoiam", afirmou o presidente da entidade, Nestor Martinelli, que assinou o contrato em nome dos Blindados. "Esse apoio financeiro ajudar a cobrir nossas despesas com deslocamento até dezembro. O esporte é umas das principais portas de reinserção para as pessoas com deficiência. Permite conquistas individuais e novos objetivos, e isso os nossos atletas buscam a cada treino e competição", complementou a coordenadora do grupo, Reni Lawall.

 

A coordenadora de Marketing da Unimed VTRP, Danielle Harth, representou a Cooperativa na solenidade. Para a jornalista, são exemplos como o do Blindados que reforçam o poder de superação das pessoas, em diversas situações. "Vocês enfrentam adversidades gigantescas, e conseguem buscar o equilíbrio entre a saúde física e a mental por meio do esporte. Dependendo da situação, precisam mudar radicalmente hábitos. E mostram que isso é possível, com o suporte correto e adequado", observou.

 

Formado em 2002, o Blindados do Vale reúne 25 atletas de Lajeado e de outros municípios da região entre treinos e competições. A agenda até o final do ano está cheia. Até dezembro, participa das sete etapas do Campeonato Gaúcho de Basquete Cadeirante. As competições ocorrem entre equipes de Canoas, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Caxias, Erechim e Carazinho. Cada cidade conta com um representante no Estadual.

Voluntariado

Nos últimos anos, cada vez mais pessoas tem se juntado ao projeto. Além da equipe, que é reduzida, e se desdobra em diversas atividades praticamente diárias para dar conta de todas as demandas, novos entusiastas estão dando continuidade ao projeto da Associação de Deficientes Físicos de Lajeado (Adefil). Um deles é o jovem Vitor Daniel dos Reis, de 16 anos. Ele iniciou a atividade voluntária neste ano, e pretende seguir apoiando o projeto do Blindados do Vale. "Já conhecia o trabalho por meio do meu pai, e agora estou participando. Aprendo muito, e me sinto bem", garante.

 

Conforme a assistente social Juliana Bonaldo, que faz parte da equipe da Adefil, a presença dos voluntários é uma maneira de oferecer mais opções às crianças e adultos atendidos pela instituição. "Prestamos apoio em diversos momentos distintos. O Blindados é uma frente, mas damos suporte para pessoas e famílias que estejam passando pelo processo de adaptação a uma restrição de locomoção. Às vezes, de uma hora para outra, a pessoa ou a família precisa ter acesso a fraldas, precisa buscar um benefício. Auxiliamos neste caminho", explica.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...