Geral

10º Dia Sinodal reúne mais de mil luteranos

Encontro do Sínodo do Vale de Taquari celebra a fé


- Renata Leal/divulgação

Forquetinha | O Sínodo do Vale do Taquari da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) realizou o 10º Dia Sinodal da Igreja, ontem, no Parque de Exposições Christoph Bauer, em Forquetinha. Aproximadamente 1.200 luteranos do Vale do Taquari estiveram reunidos para celebrar a fé. O encontro teve como tema "Paz, paz que vem do amor". Atualmente, o Vale conta com 59 comunidades e 15 paróquias.

Durante a manhã, ocorreu o culto com pregação do pastor Marcos Bechert, que foi pastor sinodal entre 2007 e 2014 e atualmente é secretário geral da IECLB.
No turno da tarde, a palestra com o promotor de Justiça Sérgio Diefenbach teve como tema "Como se busca a paz através da justiça?". O promotor falou sobre projetos de pacificação social.

As crianças também refletiram sobre a paz que Jesus oferece e que não é possível encontrar no mundo. A música do culto ficou a cargo do Conselho Sinodal de Música e convidados. Dentro da programação cultural, a orquestra do Colégio Sinodal de Conventos ficou responsável pela apresentação, e residentes da Associação Pella Bethânia dançaram. O evento também contou com o lançamento do tema da Missão Vai e Vem de 2019. O Dia Sinodal da Igreja ocorre a cada dois anos.

O presidente sinodal, pastor Gilciney Tetzner, destaca que o Dia da Igreja é importante para que os luteranos formem um só corpo, em unidade. "O Dia da Igreja sempre ocorre no Dia de Pentecostes. A Bíblia diz que os discípulos estavam reunidos e soprou sobre eles o Espírito Santo, então pregaram, batizaram e assim surgiu a igreja", diz o pastor ao destacar o quanto é significativo estarem todos juntos no dia de pentecostes, aniversário da igreja, além de ter o Vale do Taquari reunido em apenas um local.

A pastora Miriam Diefenthaeler, de Lajeado, conta que o Dia Sinodal da Igreja dá consciência de que a fé não é algo individual e local. "Como luteranos, entendemos que somos uma igreja de sínodo, nacional e mundial. E participar do Dia Sinodal nos coloca em contato com outras pessoas. Vemos que somos muito maiores do que a realidade que vivemos e isso fortalece a nossa fé e a missão da igreja", conta. Para a pastora, o encontro também agrega conhecimento e enaltece a solidariedade. "Esse espaço não é só de fortalecimento da fé comunitária e ampla, mas também da fé das crianças, meia idade e idosos, onde se encontram diversas gerações".

Pelo quarto ano consecutivo, o luterano Jorge Lempfert, de Lajeado, sente-se feliz em participar do encontro. Lempfert é responsável pelo Ponto de Pregação Gustavo Adolfo, localizado no Bairro São Cristóvão, e acredita ser importante estar presente nestes eventos. "O Dia Sinodal da Igreja é algo único para nós, luteranos. É a festa luterana e nos ajuda muito a renovar a fé e a esperança. Além disso, é um dia agradável, conhecemos pessoas, pastores, lideranças e comunidades de outros lugares".

Comments

SEE ALSO ...