Geral

Apadev busca voluntários para implementação de novos projetos

A entidade disponibiliza atividades que visam incentivar a autonomia e mobilidade dos deficientes visuais

Créditos: Kassieli dos Santos
ALFABETIZAÇÃO: Mateus e Gustavo começam a formular as primeiras palavras na máquina de escrever braille - Lidiane Mallmann

Lajeado - Em busca de novas perspectivas de inclusão no ensino e na comunicação, os irmãos Mateus e Gustavo Kich (8), iniciaram no mês de março o processo de alfabetização em braille na Apadev, de Lajeado. Assim que a família teve informações sobre o atendimento prestado pela entidade, os estudantes ingressaram nas oficinas e realizam os primeiros contatos com o sistema de escrita.

Além das oficinas de braille, a Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadev), localizada no Centro de integração da Ello, busca a implementação de novos projetos por meio de aulas de dança e golbol. Para disponibilizar as oficinas, a entidade busca a parceria de voluntários. "Estamos buscando professores de dança ou estudantes de educação física que disponibilizem ao menos uma hora para o atendimento voluntário", explica o Presidente da Apadev, Orlei da Costa. Ele destaca ainda, a necessidade de voluntários que desejem realizar o auxílio em tarefas simples, como a entrega do lanche para os atendidos.

Atualmente, cerca de 25 pessoas da região do Vale do Taquari são atendidas, participando de aulas de música, teatro, artesanato, jogo de bocha adaptado, grupo de convivência, inclusão digital, aulas de braille e Soroban (que consiste em um instrumento tátil para cálculo).

Além disso, a entidade busca disponibilizar atendimento psicológico através de um profissional habilitado que atue como voluntário. "Nós buscamos apoiar e incentivar a autonomia e interação na vida em sociedade. Temos pessoas que precisam de um acompanhamento, gostaríamos de poder fornecer o atendimento, mas não disponibilizamos de recursos para isso", explica. Atualmente, a associação conta com a contratação de assistente social e uma pedagoga voluntária.

As atividades e oficinas são desenvolvidas somente uma vez por semana devido à necessidade de disponibilização de transporte aos atendidos.

A Apadev recebe o repasse da Prefeitura de Lajeado através do Fundo Municipal de Assistência Social e também conta com auxílio das administrações municipais de Cruzeiro do Sul e Fazenda Vilanova e busca novas parcerias com municípios do Vale do Taquari. Além disso, está cadastrada no Programa Nota Fiscal Gaúcha na qual os cidadãos podem indicar a Associação como beneficiária dos recursos do Estado. Para arrecadação de recursos a fim de custear despesas com manutenção do espaço, adequações, transporte, lanche e materiais, a associação também realiza eventos com a comunidade como brechós e almoços.


Uma nova percepção da vida através do tato

A família dos gêmeos Mateus e Gustavo Kich (8), de Estrela, vive uma nova fase, compartilha da aprendizagem, angústias e descobertas do novo mundo da escrita em Braille. Os estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental da rede de ensino regular, iniciaram o processo da alfabetização na Apadev. Os estudantes já são alfabetizados no sistema convencional, mas devido à progressão da baixa visão, adaptam-se à leitura inclusiva.

A mãe, Marli Scheeren Kich (38), empenha-se a estimular a aprendizagem dos filhos. Montou o alfabeto em braille em um mural e dedica-se para aprender o sistema de escrita e auxiliá-los. "Faço de tudo pra ajudar. Quero começar outros cursos também, preciso ser o ponto forte deles em meio a tantas mudanças", afirma.

A pedagoga, pós-graduada em educação inclusiva, Suzana das Graças Amaro, destaca a importância da leitura e escrita em Braille, para garantir o processo de autonomia e inclusão de pessoas com deficiência visual. A pedagoga explica que a leitura é realizada com os dedos, o que exige a sensibilidade no tato, que é estimulado nas oficinas por meio do uso de texturas. "Com o braille podemos ler. Existem livros em braille, desde símbolos matemáticos até produtos nos mercados com a escrita. O conhecimento auxilia bastante para o dia a dia", afirma. Ela também comenta sobre o bom desempenho dos estudantes. "Estão lendo bem, conseguiram desenvolver a aprendizagem de forma rápida. A mãe auxilia e incentiva bastante o desenvolvimento, o que faz toda a diferença", explica.

Além da participação nas oficinas, Mateus e Gustavo gostam de brincar de esconde-esconde, andar de bicicleta, cantar e tocar violão. Juntos vencem os desafios do dia a dia buscando a inclusão. "São bastante unidos, quem vê se encanta com eles andando de mãos dadas", conta a mãe.


Café colonial de Dia das Mães

No dia 4 de maio, a Apadev promove um café colonial em celebração ao Dia das Mães. O evento ocorre a partir das 14h30min no ginásio do bairro Campestre. Segundo Orlei, além de arrecadar fundos, o objetivo do evento é aproximar a comunidade das atividades da associação. "Queremos possibilitar que os familiares dos atendidos e a própria comunidade participe de atividades com o deficiente visual", explica. Os cartões estão à venda na associação ao valor de R$ 25. Os interessados devem entrar em contato através do telefone 3729-6149 ou 998824614 e também por meio do whatsapp 982154458 e e-mail: [email protected]


Repasse dos recursos

Conforme informações do setor de Conselhos Municipais da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas), a sistemática de repasses dos recursos foi modificada, a partir da implementação da lei 13.019, que define diretrizes para a política de fomento e de colaboração com organizações da sociedade civil. Em 2017 foi iniciado o processo de transição em que passou a exigir-se a apresentação do plano de trabalho da organização constando atividades desenvolvidas e número de atendidos das organizações da sociedade civil, para adequação do valor repassado. O valor destinado pela Prefeitura de Lajeado à Apadev é de R$ 2.983,53 atualmente. As entidades realizam a prestação de contas mensalmente.

 

DIDÁTICA: Marli elaborou um quadro com o alfabeto em braille para desenvolvimento da aprendizagem dos filhos

 

Comments

SEE ALSO ...