Geral

Associação de Meliponicultores procura terreno para construir sede própria

Também consta nos planos a realização de cursos, palestras e encontros técnicos


- Deoli Gräff/divulgação

Arroio do Meio - A Associação dos Meliponicultores do Vale do Taquari (Amevat) realizou, sábado (9), na sede do meliponário Hugo Schmidt, na localidade de Arroio Grande, interior de Arroio do Meio, a primeira reunião coordenada pelo novo presidente, Nelson Agnes. Ele foi eleito recentemente, substituindo Hugo Schmidt, que cumpriu dois mandatos na direção da entidade. Entre as metas da diretoria de Agnes está o fortalecimento da associação com a ampliação do número de associados. Também consta nos planos a realização de cursos, palestras e encontros técnicos para oferecer oportunidade de aprendizado de novas técnicas e informações sobre a criação de abelhas nativas.

Outra meta da diretoria é conseguir um terreno para a construção da sede própria da Amevat e a Casa do Mel. Nelson Agnes disse que alguns municípios da região ofereceram área de terra. "Vamos consultar mais municípios e buscar o espaço que melhor se adapta para nosso objetivo", afirmou Agnes. "O terreno precisa estar situado em local de fácil acesso e que ofereça condições para construir a sede e um prédio dentro das condições técnicas e a legislação vigente para a meliponicultura", acrescenta.

O presidente também pretende melhorar a legislação para a meliponicultura. Atualmente, as leis existentes não contemplam a atividade de produção de mel com abelhas nativas sem ferrão. Ele enfatizou, ainda, que "há dificuldade em conseguir o cadastramento dos meliponicultores junto à Secretaria Estadual do Meio Ambiente".

A programação das reuniões da Amevat será sempre no terceiro sábado dos meses ímpares. O próximo encontro será dia 21 de julho.

Comentários

VEJA TAMBÉM...