Geral

Caminhada na Rota do Pão e Vinho carrega bandeira do asfaltamento

Durante três dias, 25 caminhantes de diversas cidades, percorreram trajeto entre os Vales do Taquari e dos Vinhedos, apoiando a solicitação de pavimentação do trecho

Créditos: Alício de Assunção
Trajeto inclui cidades dos Vales do Taquari e dos Vinhedos - Alício de Assunção

Ilópolis - O feriadão da Independência marcou a realização da primeira edição da Caminhada do Pão e Vinho, iniciativa organizada pelo projeto Passeios na Colônia, envolvendo 25 participantes oriundos de diversas cidades do Estado e que percorreram 70 quilômetros entre sexta-feira e domingo, transitando pelas cidades de Ilópolis, Anta Gorda, Doutor Ricardo, Encantado, Roca Sales, Muçum e Santa Tereza. O trajeto faz parte de um projeto coordenado pelos municípios percorridos que busca a pavimentação asfáltica entre os Vales do Taquari e dos Vinhedos.

Na saída, durante o café da colônia no Museu do Pão, o prefeito de Ilópolis, Edmar Rovadoschi destacou que o município apoia iniciativas que valorizam o turismo regional e que a caminhada seria uma oportunidade de mostrar as belezas naturais e cultura das comunidades visitadas além de demonstrar para os governos estadual e federal sobre a importância da pavimentação do trajeto, opinião compartilhada também durante o percurso pelos chefes do executivo de Anta Gorda, Celso Casagrande, pelo vice-prefeito de Encantado, Enoir Agostinho Cardoso e pelo chefe de gabinete de Santa Tereza, Cassiano Bochi. No encerramento, em Santa Tereza, na gruta de Nossa Senhora da Uva, manifestações de gratidão pela meta cumprida e a certeza de que a caminhada se alia a reivindicação da pavimentação da Rota do Pão e Vinho. A iniciativa contou com o apoio da Amturvales e Associação dos Caminhos dos Moinhos.


Potencial turístico
Integrando o grupo de caminhantes, o engenheiro civil e professor da Univates, Edson Diel Lopes, morador de Estrela, a Rota do Pão e do Vinho nos conduz a uma região com muitos atrativos: "Uma natureza exuberante, pessoas acolhedoras e gentis, produtos de qualidade e construções de valor histórico muito preservadas, um enorme potencial turístico. Sou Guia de Turismo com registro na Embratur e posso afirmar que o asfaltamento desse trajeto vai trazer muito desenvolvimento para toda a região.Retorno certo desse investimento a nível turístico e por consequência toda a economia da região. Esse povo acolhedor merece e toda região parece estar pronta para esta nova empreitada", comenta.

Comments

SEE ALSO ...