Geral

CCR ViaSul apresenta obras na BR-386 no Vale do Taquari

Representantes da empresa participaram de assembleia do Codevat

Créditos: Julian Kober
PLANEJAMENTO: diretor-presidente da CCR, Roberto Calixto, apresenta obras previstas no Vale do Taquari - Julian Kober

Lajeado - Os investimentos previstos nos municípios da região cortados pela BR-386 foram apresentadas ontem pela CCR ViaSul, vencedora da concessão da Rodovia de Integração do Sul, durante assembleia geral do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat). O engenheiro e diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, esteve no evento e conversou com lideranças políticas e empresariais de toda a região.

Dos 36 municípios do Vale do Taquari, dez estão na área de atuação da companhia: Lajeado, Estrela, Marques de Souza, Pouso Novo, Paverama, Taquari, Tabaí, Fazenda Vilanova, Forquetinha e Bom Retiro do Sul. Neste trecho, de aproximadamente 95 quilômetros, estão previstas obras de duplicação, ampliação de capacidade, implantação de iluminação, entre outros.
Manutenções já iniciaram em toda a BR-386. A CCR aplicou 17,3 mil toneladas de massa asfáltica na rodovia, instalou 18 mil/m² de sinalização horizontal, colocou quatro mil placas novas, recolheu 580 m³ de lixo (o equivalente a 83 cargas de caminhão) e concluiu 50% da primeira roçada, incluindo o Km 385, em Tabaí, e o Km 325, em Marques de Souza.

Para Calixto, a aproximação com as prefeituras é fundamental, principalmente na hora de debater as obras que serão realizadas em cada uma das dez cidades. "Vamos trabalhar juntos, estudando as necessidades de cada município, para alcançar os nossos objetivos, que é trazer mais conforto e segurança aos usuários da rodovia, com maior facilidade", ressalta.

Criada em 1999, a CCR ViaSul é uma das maiores companhias de concessão na América Latina, responsável por 3.735 quilômetros de rodovias nacionais em cinco estados. No Rio Grande do Sul, atua nas BRs-101, 290, 448 e 386. O trecho, de 450 quilômetros, atende 36 municípios, responsáveis por 32% do PIB gaúcho.

A presidente do Codevat, Cíntia Agostini, considera positiva a presença da CCR em Lajeado para conversar com a região. "Agora vem a etapa principal, que é a implementação da concessão da BR-386. Trabalhamos muito durante o edital, prova disso é que a maior parte das obras estão no projeto e isso é muito importante."


Pedágio no próximo ano

A cobrança de pedágio na BR-386 inicia em fevereiro de 2020. No Vale do Taquari, a praça de pedágio ficará em Paverama, no Km 374. O engenheiro e diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, ressalta que os municípios receberão o Imposto sobre serviço (Iss) referente à receita de pedágio. O repasse será proporcional à extensão de cada município ao longo de cada rodovia com praça de pedágio, de até 5% da receita mensal da tarifa.


Taquari
No trecho de três quilômetros que corta o município serão feitas obras de acesso nos KMs 377+800, previstas para iniciarem em 2031 ficar prontas em 2033, e a construção de meio retorno em nível nos quilômetros 372+400 e 373+100 (Paverama/Taquari). Ela inicia em 2031 e deverá ficar pronta até 2034.

Tabaí
Para o trecho correspondente ao município, de 7,6 quilômetros, a principal obra é a de duplicação de 59,3 quilômetros entre Tabaí e Canoas (KMs 385+000 e 444+300), com implantação de acostamento e canteiro ou barreira central. Os trabalhos iniciam em 2034 e devem finalizar em 2037. Também está previsto a construção de vias marginais entre os km 383+900 ao 385+300, com extensão de 1,4 km, obras de melhorias de acessos, construção de passarela (a partir de 2022), implantação de iluminação em travessias urbanas na pista central e na marginal (começa em 2019).

Bom Retiro do Sul
A obra de duplicação também contemplará o trecho de 510 metros que atravessa o município - com implantação de acostamento e canteiro ou barreira central. A CCR deverá começar os trabalhos em 2022 e terminar em dois anos.

Paverama
O trecho de três quilômetros da BR-386 que passa no município será contemplado com a construção de acesso no km 377+800 em ambos os sentidos - iniciam em 2031 e finalizam em 2033. Também haverão obras de meio retorno em nível nos kms 372+400 e 373+100, que começam em 2031 e deverão ficar prontas em três anos.

Fazenda Vilanova
A CCR realizá no trecho da BR-386 que atravessa a cidade, com dez quilômetros, uma obra de interconexão tipo diamante no km 365+900, entre 2031 e 2034. Também será instalada, em 2019, iluminação em travessias urbanas na pista principal e na marginal.

Estrela
Diversas obras estão previstas para o trecho de 13 km que passa por Estrela. O principal é a de ampliação da capacidade, incluindo faixa adicional e implantação de acostamento, com 5,1
Quilômetros entre o municípios e Lajeado, no trecho entre os km 344+400 e 349+500, previsto para iniciar em 2022 e ser finalizado em 2024. Construção de vias marginais no trecho entre os km 349+600 ao 360+300, com extensão de 10,7 km em ambos os sentidos a partir de 2031 a ser concluído em 2034. Obras de intersecção previstas que começam a ser feitas em 2024. Também será instalada, em 2024, uma passarela no km 350+900 e será implantada iluminação em travessias urbanas na pista principal e nas pistas marginais a partir de 2019.

Lajeado
A CCR realizará, entre 2021 e 2023, obras de duplicação com 20,3 km entre Marques de Souza e Lajeado no trecho entre os km 324+100 e km 344+400. Também será feita, a partir de 2022, a ampliação da capacidade da rodovia, incluindo faixa adicional e implantação de acostamento, com extensão de cinco quilômetros entre o município e Estrela no trecho entre os kms 344+400 e 349+500. A companhia realizará obras de marginais no km 337+700 ao km 344+200 (em ambos os sentidos) e de acessos nos Kms 336+330 e 346+700. Também serão construídas cinco passarelas, três passagens inferiores e implantação de iluminação em travessias urbanas na pista principal e marginal.

Forquetinha
O município será contemplado pelas obras de duplicação, previstas para 2021, com extensão de 20,3 km entre Marques de Souza e Lajeado no trecho entre os km 324+100 e km 344+400. Também receberá obra de melhorias de acessos no km 336+330 e a construção de uma passarela no km 336+300 (Forquetinha/Lajeado), que iniciam em 2021 e terminam em 2023.

Marques de Souza
Haverá duas obras de extensão: uma de 20 quilômetros entre Marques de Souza e Lajeado (Kms 324+100 e km 344+400) e de 54,9 quilômetros entre Fontoura Xavier e o município (Kms 269+200 e 324+100). Também haverá obras em acessos, construção de passarela e implantação de iluminação em travessias urbanas na pista principal e na pista marginal a partir de 2019.

Pouso Novo
O trecho da rodovia que passa pelo município também será contemplado por obras de duplicação, que iniciam em 2026 e devem durar três anos, melhorias de acessos, entre outros.

 

Comments

SEE ALSO ...