Geral

Coluna do Fabiano


>> De saída
** O presidente do PDT de Lajeado, Renato Worm, confirma que o deputado estadual Enio Bacci deve deixar a sigla e migrar para o PTB. O próprio Renato deve sair da sigla quando entregar o cargo e não tem definição se ingressará em outro partido. "Talvez pendure as chuteiras", destacou Worm, que concorreu a vice-prefeito de Lajeado na eleição passada. O PDT tem em Lajeado um vereador, Neca Dalmoro, que é indicada para comandar a Câmara de Vereadores em 2019. Nos bastidores, fala-se que o ex-deputado Heron de Oliveira poderá retornar para o comando da sigla, se confirmar a saída de Bacci, tendo em vista que ambos mantêm divergências internas. Na foto, Heron, Neca, Bacci e Worm, quando da posse de Renato na presidência.

 

>> Cerveja
** Louvável a iniciativa da Univates em implantar um curso técnico em cervejaria. Como parte integrante do curso haverá um laboratório de bebidas fermentadas junto ao Tecnovates. Ele terá 1,2 mil horas e o profissional egresso poderá ser responsável técnico perante cervejarias, com registro junto ao CRQ - Conselho Regional de Química.

 

>> Decidido
** Ainda sobre a visita do empresário Luciano Hang ao Vale do Taquari, segundo interlocutores, ele saiu daqui decidido quanto à área ideal para instalar a loja da Havan. É o terreno ao lado da empresa Apomedil, na BR-386, em Lajeado. A proposta de locação já teria sido feita. Mesmo assim, em Estrela, a confiança é grande, pois acreditam que as áreas ao longo da rodovia tem estrutura ideal para receber a loja.

 

>> Impasse
** A intenção da Prefeitura de Lajeado em mudar os moradores da chamada Vila dos Papeleiros merece elogios, mas ao mesmo tempo gera polêmica. Os moradores do Jardim do Cedro não aceitam a transferência para aquela região. E não podemos tirar a razão deles. Com todo o respeito que os papeleiros merecem, o aspecto que se transformou a região ocupada por eles assusta a todos. E é isto que querem evitar os que já residem no Cedro e arredores, que pra lá se leve toda a bagunça verificada na RS-130. Um "pepino" para ser resolvido pelo Poder Público atual, mesmo que o problema não tenha sido gerado agora.

 

>> Incertezas
** Restam 15 dias para Eduardo Leite assumir o Estado e mais da metade de seus secretários não foi anunciada. Se é estratégia ou indefinição mesmo eu não sei, mas tem gerado apreensão no meio. Uma certeza este colunista tem, ninguém da região irá para o primeiro escalão.

 

>> Ser protagonista
** A eleição do prefeito de Teutônia, Jonatan Brönstrup (PSDB), na presidência da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), confirma a tendência dos últimos presidentes de fazer com que a entidade volte a ser protagonista nas decisões da região. O esforço dos gestores que passam pela entidade é grande para que os debates de interesse do Vale tenham eco nas esferas estadual e federal. A última eleição mostrou mais uma vez que politicamente o Vale não tem força. Quem sabe, juntos, Amvat e Codevat possam reverter esta medida com o passar dos tempos.

 

>> Prestígio
** Ocorreu na sexta-feira em Porto Alegre o lançamento da Operação Verão da PRF - Polícia Rodoviária Federal. O juiz Luís Antônio de Abreu Jonhson e o promotor Carlos Augusto Fioriolli foram convidados para falar sobre suas experiências na área da segurança, mostrando prestígio dentro da corporação, tendo em vista que foram os únicos convidados do interior. O secretário da Segurança de Lajeado, Paulo Locatelli, acompanhou. O encontro contou com a presença de todos os delegados regionais da PRF. Lajeado possui uma destas delegacias, responsável pelo trabalho de fiscalização de mais de 500 quilômetros de rodovias entre Iraí e Porto Alegre. Além do trabalho no trânsito, a PRF, somente este ano, apreendeu mais de dez toneladas de drogas, ao longo da BR-386.

 

>> Conquista
** Uma conquista para a segurança pública do Vale do Taquari foi publicada no Diário Oficial do Estado na sexta-feira. A autorização para instalação em Lajeado de uma Defrec - Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas. A partir de agora a Polícia Civil Regional estruturará uma equipe especial para cuidar destas áreas, com a designação específica de um delegado titular.

 

>> Ficam todos
** Os detentores de cargos de confiança do governo Sartori não serão exonerados no final do ano. A pedido do novo governo, serão mantidos por mais tempo para fazerem a transição. Alguns talvez fiquem permanentemente, tendo em vista que o MDB ingressará no governo de Leite.


Fabiano Conte

Comments

SEE ALSO ...