Geral

Diminui a quantidade de lixo retirado das margens do rio Taquari

Sexta edição do Viva o Taquari Vivo ocorreu na manhã do sábado em Lajeado e Estrela


Vale do Taquari - Mais de 600 voluntários e 12 embarcações estiveram engajados na sexta edição da ação Viva o Taquari Vivo, que recolheu 4312 quilos de lixo no leito e barrancas do rio Taquari entre os municípios de Estrela e Lajeado, na manhã de sábado (05). O número representa uma diminuição em relação a 2011, que foi de 5502 quilos. As atividades desenvolveram-se entre 07h30min e meio-dia. Os voluntários navegaram pelo rio e percorreram as barrancas usando luvas e portando sacos de lixo e muita disposição, numa distância aproximada de 4,5 quilômetros, entre a foz dos arroios Estrela e Boa Vista.

O material coletado variou entre embalagens plásticas, garrafas pet, ferro, madeira, papelão, isopor e outros menos comuns. O que mais chamou a atenção dos participantes foram sofás, pneus, televisão, colchões, tapetes e roupas. Os resíduos coletados serão encaminhados para reciclagem e o restante para os aterros sanitários de Lajeado e Estrela. A metodologia de separação, classificação, pesagem e tabulação dos resíduos esteve a cargo da bióloga e mestre em ecologia Cátia Viviane Gonçalves, da Univates.

O coordenador da ação, Gilberto Soares, destacou que o foco principal foi chamar a atenção das comunidades dos vários municípios banhados pelo rio Taquari sobre a importância fundamental que o manancial tem. "O rio representa vida, é água ainda relativamente pura - um dos bens mais preciosos da humanidade e do planeta - e, hoje, essas pessoas fizeram um pouco da sua parte na luta pela preservação do Taquari".

Maturidade ativa

Este ano, o Viva o Taquari Vivo envolveu 86 alunos, oriundos de cinco escolas de Lajeado. Eles participaram de atividades educacionais paralelas ao evento. Em uma delas, as integrantes do programa Maturidade Ativa, do Serviço Social do Comércio (Sesc), contaram a história sobre o rio Taquari, mostraram reportagens da época e falaram sobre a importância de preservar o manancial. Em um painel, as pessoas deixavam mensagens sobre como cuidavam do rio. Outra novidade foi a ginástica laboral, coordenada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) Lajeado, realizada com os voluntários antes do evento.

A ação foi uma realização da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), Câmara de Comércio Indústria e Serviços de Estrela (Cacis) e Unidade da Parceiros Voluntários (UPV) Lajeado.Teve como patrocinadores a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) , Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia (Certel) e Folhito Indústria e Comércio de Adubos Orgânicos Ltda. Contou com o apoio das prefeituras municipais e secretarias do Meio Ambiente de Lajeado e Estrela, Univates e Plastrela Embalagens Flexíveis.

Os números da ação

Em Lajeado, foram recolhidos 3334 quilos de lixo, sendo 1524 quilos de roupas e calçados. No município de Estrela, foram encontrados 978 quilos de resíduos nas margens do Taquari, totalizando 4312 quilos. O total significou 1190 quilos a menos em relação a 2011. Apesar do aumento no número de voluntários, a ação deste ano contou com baixa participação de barqueiros. Segundo o representante da Marinha do Brasil, Tito Lopes da Luz, isso se explica pelo fato de nível do Taquari estar muito baixo, o que dificultou a colocação das embarcações na água.


Tabulação dos materiais encontrados

Categoria

Total (kg) 2012

Plástico (demais)

348

Plástico / pet

121

Plástico / duro

186

Tecido (demais)

497

Tecidos/roupas e sapatos

1524

Ferro

243

Madeira

272

Madeira/sofá

198

Borracha

36

Vidro

239

Pneu

111

Papelão

73

Uht

0

Brasilit

8

Isopor

34

Rejeito

385

Outros

37

Total

4.312



 

 

Comments

SEE ALSO ...