Geral

Domingo é dia de agradecer e festejar

Comunidade religiosa da IECLB realiza a Festa da Colheita


- Alício de Assunção

MARQUES DE SOUZA - Um dia dedicado para agradecer e festejar. Assim pode ser definida mais uma edição da Festa da Colheita, que ocorre domingo. Organizado pela comunidade da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), o evento inicia às 9h30min com culto no templo, seguido pelo leilão das dádivas, momento especial onde produtos agrícolas doados por moradores são leiloados. A renda reverte para a comunidade religiosa.

Elisete Kich, integrante da diretoria, salienta que as festividades são diversificadas. "No salão da Sociedade União Centenária ocorrem o almoço à base de churrasco, seguido pelo sorteio da ação entre amigos, apresentações artísticas pelo grupo de danças alemãs Schön Ist Die Jugend e reunião dançante animada pela Banda Renovação, de Forquetinha". De acordo com o pastor da IECLB, Josias Hilbert Hegele, a Festa da Colheita é um evento comunitário. "É uma confissão de fé: Deus é criador e mantenedor da vida. Como comunidade cristã, queremos agradecer a Deus pelos frutos da terra com os quais Ele nos presenteia e alegra a nossa vida. A vida é uma dádiva, um grande presente, assim também os frutos da terra são dádivas que recebemos", comenta.

Para o religioso, a colheita é uma manifestação bem concreta e palpável da bênção de Deus e a define também como um momento de reflexão crítica. "Como estamos cuidando da terra e da natureza? Como estamos fazendo a partilha dos frutos da terra entre as pessoas? A festa da colheita quer motivar para a partilha solidária e o compromisso ecológico. A festa da colheita é uma profunda celebração da gratidão a Deus e de compromisso com o próximo."

 

Comments

SEE ALSO ...