Geral

Espetáculo natalino promovido pela Languiru sensibiliza comunidade

Evento arrecadou cerca de uma tonelada de alimentos em benefício do Hospital Ouro Branco, de Teutônia

Créditos: AI Languiru
Chegada do Papai Noel, que distribuiu doces e pacotinhos de Natal, encerrou a programação - Leandro Augusto Hamester/Languiru/divulgação

Teutônia - A Cooperativa Languiru, na sexta-feira (22), organizou o 1° Natal Solidário Languiru. A iniciativa é inédita e beneficiou o Hospital Ouro Branco (HOB), de Teutônia.

Centenas de pessoas participaram de uma noite especial no pátio do Supermercado Languiru do Bairro Languiru. As crianças puderam se divertir nos brinquedos infláveis gratuitos.

A programação iniciou com apresentação do Show Musical Pro Cultura Paz, grupo formado por crianças e adolescentes de Teutônia, conduzidos pela regente Simone Huwe. Na sequência, o público aproveitou o show da Orquestra de Teutônia, regida pelo maestro Astor Dalferth. Os grupos musicais tocaram canções populares e natalinas.

Depois das apresentações musicais, o Papai Noel provocou a alegria das crianças, que se posicionaram em longas filas para receber doces e pacotinho do bom velhinho. O espetáculo finalizou com o brilho das luzes da fachada do supermercado e da imponente Árvore de Natal, com 14 metros de altura, instalada no estacionamento externo.


O resultado desta noite, com clima de solidariedade contagiando a todos, foi muito comemorado pela Cooperativa Languiru e, especialmente, pelo Hospital Ouro Branco. Ao todo, foram arrecadados cerca de uma tonelada de alimentos não-perecíveis e litros de leite em benefício da casa de saúde teutoniense.


Cooperativas ajudam a manter hospital

Conforme o presidente da mantenedora Associação Beneficente Ouro Branco (ABOB), Francisco de Souza Abrahão, por mês chegam a ser consumidos 600 litros de leite no Hospital Ouro Branco. O presidente enalteceu a importância da arrecadação do Natal Solidário Languiru. "É o equivalente a mais de um mês de alimentos, que não precisamos comprar", diz. Abrahão recordou que na década de 60 a cooperativa já havia sido protagonista para que o hospital não fechasse as portas, com a criação da mantenedora. Ele lamentou que os últimos três anos tem sido de "sobrevivência" em função da diminuição do repasse de verbas por parte do Governo Estadual. "Se o hospital ainda está aberto, é graças ao apoio da comunidade, das prefeituras com as quais mantemos convênios e de cooperativas como a Languiru, a Certel e a Sicredi. Nesta noite especial, cada um de vocês também deu a sua contribuição", afirmou.

Saiba mais
A primeira edição do Natal Solidário Languiru contou com o Patrocínio Ouro de Ambev, Fruki, Grave Carnes e Gota Limpa; Patrocínio Prata de Farinha de Trigo Maria Inês, Sulmengue Comércio de Frutas, Rahmeier Distribuidora, Kroth, Klain, Produtos de Limpeza Girando Sol, Cerealista Manfroi e Rei Arthur Arroz Nobre; e o Patrocínio Bronze de Augustin Distribuidora, Prinz, Ximango, Natumate, Vilson Wiebusch, Trans Chefinho Representação e Transporte, Marquespan Alimentos, Comércio de Frutas Irmãos Birnfeld, Silvestrin, Olericultura Namir, Irto Marmentini, TDR Frutas e Verduras, Sorvebom, Bananas RDGS, Sítio Organi's e Italiany.

Comentários

VEJA TAMBÉM...