Geral

Família do Bairro Santo Antônio pede ajuda da comunidade

Créditos: Caroline Silva*
Família necessita de doação de alimentos - Caroline Silva

LAJEADO | Uma família do Bairro Santo Antônio, em Lajeado, pede ajuda da comunidade para se manter. Tarcita de Oliveira (28) está desempregada e enfrenta problemas de saúde. Mãe de quatro filhos, atualmente vive com um salário mínimo, do auxílio doença do marido. "Pagamos aluguel e mais as contas, quase não sobra para comprar a comida." A dona de casa diz que passou vários dias somente com arroz e ovos para comer.

Dos quatro filhos, um sofre de autismo. "Tenho até vergonha de dizer, mas a gente só come o que os outros nos dão", desabafa.

A família pede por doações de alimentos da comunidade. Os interessados em ajudar podem entrar em contato pelo telefone (51) 98900-3985.


Auxílio do CRAS

Conforme a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Fátima Luciane Machado, existe a Lei dos Benefícios Eventuais. Essa norma regulamenta a concessão dos benefícios. Um deles é o Auxílio Alimentação, concedido em caráter emergencial. Para a concessão, é necessário ter Cadastro Único e renda per capita de 1/2 salário mínimo. Não é um benefício continuado e sim eventual para o enfrentamento da situação.


Cadastro Único

- É um instrumento de identificação e caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda
- É utilizado para mapeamento das necessidades da população de baixa renda e o acompanhamento da melhoria da vida dessas famílias
- É a porta de entrada para programas sociais, que usam os dados cadastrais para selecionar seus beneficiários em âmbito federal, estadual e municipal
- O Cadastro Único foi criado em 2001, regulamentado pelo Decreto nº 6.135, de 2007, com sua gestão disciplinada pela Portaria MDS nº 177, de 2011.

 

*estagiária sob supervisão da editora Luciane Ferreira

Comments

SEE ALSO ...