Geral

Famílias de Sério apostam no setor primário

Produtores rurais investem na criação de suínos, com apoio da Administração Municipal

Créditos: Alício de Assunção
ALTO ARROIO ALEGRE: Marcelo Fetter e o cunhado Claudio Locatelli investem na propriedade - Alício de Assunção

Sério - Investimentos recentes de produtores rurais em suinocultura e avicultura alavancam a economia do município e dão uma nova esperança para estagnar o êxodo rural - na última década, a população caiu de quatro mil para cerca de 2,1 mil habitantes. De acordo com o chefe do Executivo, Elir Sartori, apesar das dificuldades, o setor tenta uma reação. "É do conhecimento de todos os momentos difíceis que o setor tem enfrentado historicamente, em especial com a baixa capacidade do investimento pelo pequeno agricultor e os diversos entraves para a captação de recurso junto aos sistemas bancários. Ainda que algumas políticas públicas tenham ajudado na última década, mesmo assim alguns fatores como a inconstância climática, a inexistência de política de preços mínimos e a instabilidade econômica pesam muito na hora do agricultor buscar financiamento para investimentos maiores. Porém, alguns produtores agem na contramão disso tudo."

Sartori destaca que a cada investimento do produtor, o município participa com incentivos. "Oferecemos toda a terraplanagem e colocação de cascalhos de forma gratuita e só essa ajuda envolve valores altos, pois estamos falando de serviços maiores que um campo de futebol e quase sempre em áreas inclinadas. Além disso, oferecemos um subsídio correspondente ao valor do investimento." Já para o auxílio na construção de galpões chega a R$ 10 mil por unidade. Para chiqueirões, são R$ 8 mil.

Suínos e leite

Um desses investimentos ocorre em Alto Arroio Alegre, na propriedade da família Locatelli - Marcelo Fetter (36), a esposa Jaqueline (20) e o cunhado Claudio (23). "Construímos quatro pavilhões para abrigar suínos, com investimentos que chegam a R$ 10,8 milhões, para quitar em dez anos, o que nos garante o retorno do montante pago", comenta Marcelo, que era motorista de caminhão em Carlos Barbosa, mas viu no interior uma possibilidade de crescimento. "Além de qualidade de vida melhor, com apenas três pessoas conseguimos manter a propriedade." Já o casal Cedineia Guarnieri (33) e Alexandre Lima (29) construiu três pavilhões, que alojam dois mil suínos, em Araguari. "Investimos cerca de R$ 1,2 milhão apostando num futuro melhor, com muito trabalho, mas com uma qualidade de vida que não encontraríamos em outro local", define ela. Eles também têm produção leiteira.

O município destinou R$ 24 mil às propriedades dos Locatelli e Guarnieri. Elir Sartori destaca ainda investimentos na avicultura com a implantação de galpões Dark House para frangos de corte que também envolvem valores significativos. A atual gestão ainda renovou a frota de maquinários e implementos para qualificar os serviços na agricultura.

ARAGUARI: Cedineia Guarnieri e o esposo Alexandre Lima apostam na suinocultura

 

 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...