Geral

Festão de São João da Apama bate recorde de público e de arrecadação

Mais de 600 pessoas prestigiaram evento que juntou mais de R$ 15 mil de doações


- Cristiano Duarte

Lajeado | Com os dedos polegar e indicador, o famoso adestrador de cães Rudinho Bombassaro fingia atirar em seu cachorro Ziggy para um público de mais de 600 pessoas que lotaram a terceira edição da Festão de São João da ONG Amando, Protegendo e e Ajudando Muitos Animais (Apama), nesse sábado (13) na Sociedade 25 de Julho, no bairro Conventos.

Após imitar o barulho dos tiros com a boca, o cão adestrado caiu se passando por morto no chão. Em seguida, ele levanta e caminha manco.
"É isso aí, Ziggy. Os tiros só atingiram as pernas", brincava o adestrador. E o cão seguia tudo o que dizia seu tutor.

Espetáculo aguardado pelo público, as crianças interagiam e se divertiam com os cães de Rudinho Bombassaro. Recorde de doações e de participantes, a terceira edição do evento promovido pela Apama reforça a parceria da sociedade com a ONG.
"Fico muito animada de ver este grande público. Nossa Festa de São João é o momento do ano que temos o encontro com todos os nossos apoiadores. Ao ver tanta gente conosco, percebemos que não estamos sozinho na nossa causa", celebra a presidente da Apama, Ana Rita Silva Azambuja.

Em cinco anos de existência, a entidade já acolheu mais de 3 mil animais. No momento, cuida de cerca de 250 cães em sua sede no bairro Conventos.
Para esta edição do evento, mais de 40 empresas apoiaram _ o número representa o dobro do que foi registrado no ano passado.
"Quanto mais pessoas nos ajudarem, menos os animais vão sofrer", comemora Ana.

Faltou o Executivo

Sem nenhum representante do governo de Caumo na Festa de São João da Apama, os vereadores Carlos Ranzi (MDB) e Neca Dalmoro (PDT), que marcaram presença no evento, criticaram o prefeito.
"A ausência do governo neste momento importante para a entidade Apama é uma prova do desinteresse que esta gestão tem sobre a causa animal", aponta Neca Dalmoro.

Para Carlos Ranzi, mesmo sem apoio do governo municipal, a sociedade marcou presença para ajudar a entidade a manter-se.
"A comunidade abraça a causa. Lideranças de outros municípios, como prefeitos de outras cidades e ex-deputados federais vieram prestigiar a causa da Apama. A entidade não tem vínculo com a prefeitura e pelo tamanho do público se percebe o apoio comunitário que a ONG tem".

Presenças

A ex-deputada estadual Regina Becker, atual secretária estadual do Trabalho e Assistência Social, esteve presente na festa junto de seu marido, o ex-prefeito de Porto Alegre, José Fortunatti. Acompanhando a Apama desde sua fundação, ela salienta o engajamento que a Ong tem pela causa animal.
"Sei da luta da Apama para enfrentar as dificuldade s que passa por não contar com o apoio do poder público. É fundamental que a sociedade demonstre este apoio que está acontecendo hoje. No momento em que todos estendem a mão para ajudar os animais vemos o amor e compaixão que é necessária para a causa", resume Regina.

Como ex-prefeito de Porto Alegre, Fortunati reforçou a importância do governo municipal incentivar o trabalho de ONGs como a Apama.
"Durante minha gestão na Capital tive políticas públicas fortes voltadas para a causa animal. Trata-se de investimento em Saúde, natureza e inclusão. Temos que lembrar que os animais estão em sociedade porque nós, humanos, trouxemos eles. Não é justo deixá-los abandonados.

Apoio

Pela primeira vez num evento da Apama, o mecânico Jeferson Branco (48) apoiou a iniciativa. Dono de quatro cachorros, dois deles adotados, ele vê na solidariedade animal um gesto válido para uma importante causa social.
"Os cachorros são fiéis aos seus donos. Precisamos dar mais apoio para entidades como a Apama. Não é fácil cuidar de cachorros. A ração e o trato são caros".

Comments

SEE ALSO ...