Geral

Gustavo Adolfo cria jornal interno em vídeo

Iniciativa permite a abertura de espaço para o protagonismo dos estudantes

Créditos: Assessoria de Imprensa
Estudantes definiram o conteúdo e a forma de trabalho do jornal - divulgação

LAJEADO | JMGA - sigla para Jornal Multimídia do Gustavo Adolfo - foi o nome escolhido pelos integrantes para denominar o jornal interno do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo. A primeira edição do informe, que será em forma de vídeo, está prevista para a segunda metade de agosto e será focada na cobertura dos alunos do 17º Festival do Livro GA, realizado entre 24 e 28 de junho.

Organizados em quatro setores - fotografia, vídeo, design e texto - os estudantes de 6º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, realizam encontros desde o final de maio para definição dos conteúdos a serem abordados no jornal. Além disso, fazem a captação de materiais para a construção do informe. O vídeo da primeira edição do jornal será disponibilizado em canal específico do JMGA no Youtube, bem como no site do colégio.

A atividade tem o objetivo de tornar os alunos protagonistas na produção de conteúdos noticiosos ao público interno do colégio. Os estudantes contam com o auxílio da equipe de Comunicação e Imprensa do colégio e de professores da área de Linguagens.

 

Oportunidade

Estudante do 8º ano, Eduardo Marques Bersch (14) conta que no seu antigo colégio, em São Paulo, não tinha este tipo de oportunidade para a interação dos alunos. "Esse projeto, além de proporcionar a experiência que levaremos pra vida, é uma forma de ensinar e educar, trazer para os alunos uma responsabilidade, um dever, uma aprendizagem de um diferente, em que todos estamos aprendendo um pouco mais em cada área", destaca.

Ele foi motivado pelo comentário da professora, em uma aula de Português, de que a equipe estaria precisando de mais gente para a área de design e edição. "Como eu já tinha contato em ambas áreas e já tinha pensado em entrar no jornal, acabei indo na reunião de encontro. Depois, me interessei mais no projeto e, continuei indo." Ele reforça que são os estudantes os responsáveis pelo trabalho, que tiveram oportunidade de receber ideias, mas que os alunos que definiram o que seria interessante colocar na primeira edição. "É um jornal totalmente com as opiniões e as ideias dos alunos", frisa.

 

Comments

SEE ALSO ...