Geral

Homologação do leilão do shopping é suspensa

Pedido partiu de representantes de massa falida

Créditos: Luciane Eschberger Ferreira
Centro de compras: próxima etapa é a manifestação das partes envolvidas - Lidiane Mallmann/arquivo

Lajeado - A homologação do leilão do Shopping Lajeado, arrematado em novembro de 2018, foi suspensa. A RB Capital, empresa de São Paulo, tinha comprado 70% do centro de compras pelo lance mínimo de R$ 22.699.081,96. O pedido de impugnação partiu da Medeiros & Medeiros Administradora Judicial, que cuida da massa falida da Magazine Incorporações, que fazia parte do M.Grupo, ex-proprietária do shopping a quem a RB era credora.

O advogado da Associação dos Lojistas do Shopping, César Bublitz, explica que a homologação é um ato posterior ao leilão. Também destaca que só houve o leilão com deferimento judicial. O pedido de suspensão integra os possíveis questionamentos que podem ser levantados pelas partes envolvidas. "Sempre considerando o princípio do contraditório." Entretanto, não quer dizer que o leilão seja invalidado. A partir de agora, explica Bublitz, abre-se prazo para as partes se manifestarem. São etapas que se seguem.

Aos lojistas cabe aguardar as próximas decisões judiciais.

Comentários

VEJA TAMBÉM...