Geral

Ilópolis lidera ranking da saúde

Índice Firjan aponta município como o melhor do país neste tipo de assistência

Créditos: Fabiane Gomes
Hospital: parceria garante infraestrutura para atender as gestantes do Ilópolis - divulgação

Ilópolis - O município de Ilópolis, com pouco mais de quatro mil habitantes, deixou pra trás muita cidade de grande porte no atendimento à população. Lidera a área de saúde no ranking das 20 melhores cidades brasileiras pelo Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) 2018. A lista da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) leva em conta dados de 2016 e é resultado da análise de três aspectos - emprego & renda; educação e saúde. 

É este último que colocou Ilópolis como a primeira no país, com um índice de 0,9997 - numa escala que vai de 0 a 1. "É muito importante este reconhecimento da Firjan, pois assim temos certeza de que estamos atendendo bem a nossa população na área de saúde", destaca o prefeito Edemar Pedro Rovadoschi. "Também temos bons números na educação e na agricultura, nossa maior fonte de emprego no município." Ele salienta que a qualidade de vida do município é muito boa, pois a cidade vive da erva-mate e depende muito da mão de obra - e trabalho sempre tem. Priorizar o bem-estar da comunidade faz parte da meta da Administração.

Parceria com o hospital

A cidade viabiliza às gestantes que realizam o pré-natal até quatro partos normais e quatro cesárias por ano, por meio de um convênio com o Hospital Leononilda Brunet (HLB), além de ter sempre um médico plantonista. A casa de saúde mantém sala de parto, berçário e ecografia, entre outros serviços. Já o Grupo de Humanização, que realiza o programa Chegada do Bebê, faz atividades sobre cuidados e orientações às futuras mamães e recém-nascidos (RN). O hospital também oferece visitas à sala de parto e bloco cirúrgico a um grupo de gestantes, em parceria com equipe do posto de saúde do município. O acompanhamento é de profissionais de enfermagem. A parceria entre o HLB e o município contribuiu muito para a o excelente índice no IFDM no desenvolvimento municipal da saúde.

Conquistas e transformações sociais 

Para fazer uma avaliação isenta e confiável, o cálculo do IFDM utiliza dados administrativos oficiais de declaração obrigatória. As estatísticas, disponibilizadas pelo Ministério do Trabalho, Educação e Saúde, são atualizadas anualmente. As notas são de 0 a 1 e, quanto mais alta, maior o desenvolvimento. Os dados revelam a realidade brasileira o que permite identificar tendências e identificar mudanças para a redução da desigualdade. Para o Sistema Firjan, quando os municípios se desenvolvem o Brasil inteiro se transforma, por isto o IFDM é indispensável para o desenvolvimento do país, ele permite identificar carências, orientar políticas e acompanhar seus impactos no desenvolvimento do município e quem ganha com isso é a sociedade que passa a contar com um sistema de cobrança democrático e transparente.

Componentes do IFDM

Para avaliar o aspecto de saúde, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro avalia: 
* Proporção de atendimento adequado de pré-natal
* Óbitos por causas mal definidas
* Óbitos infantis por causas evitáveis
* Internação sensível à atenção básica (ISAB)

Saiba Mais

Quadro técnico da área de saúde do município: cinco médicos (clínico geral, pediatra, ginecologista e oftalmologista), dois dentistas, dois enfermeiros, dois técnicos de enfermagem, dois assistentes de odontologia, uma psicóloga e uma fonoaudióloga. Os profissionais trabalham oito horas por dia. Durante dois dias na semana, realizam o trabalho preventivo nas residências. Normalmente, os médicos atendem dez consultas diárias.

Comentários

VEJA TAMBÉM...