Geral

Mais de R$ 460 mil são destinados na compra de alimentos para escolas de Lajeado

Serão fornecidos os alimentos: abacate, aipim, alface lisa ou crespa, batata, bergamota, beterraba, bolacha caseira e muito mais

Créditos: Bianca Mallmann/AI Prefeitura de Lajeado
- divulgação

Lajeado - A Prefeitura de Lajeado volta a adquirir alimentos de agricultores familiares. A licitação para aquisição de gêneros alimentícios destinados à merenda escolar das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), Ensino Fundamental (EMEFs), Projetos Vida e a entidades filantrópicas terá investimento de R$ 462.931,52 para a compra de alimentos oriundos da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, destinada ao atendimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). As entregas começam nos dias 22 e 23 de maio e seguem até o final do ano.

Este ano serão beneficiadas 54 escolas por 12 agricultores de horticultura de Lajeado e de Imigrante e outros cinco produtores de outros produtos. Serão fornecidos os seguintes alimentos: abacate, aipim, alface lisa ou crespa, batata, bergamota, beterraba, bolacha caseira, brócolis, cenoura, couve-flor, cuca, chuchu, espinafre, laranja, melado, milho verde, morango, repolho, schmier, suco de uva, tomate e vagem. Também serão adquiridos, pela primeira vez, produtos orgânicos na alimentação escolar - no caso arroz parabolizado e integral, banana e alface.

Pelo menos 9.271 crianças serão beneficiadas com a compra dos produtos. Os agricultores deverão cumprir exigências, como: relação da composição, validade, embalagem, transporte e acondicionamento dos produtos solicitados e priorizar os alimentos orgânicos e agroecológicos. Além disso, os itens que os agricultores não possuem serão comprados em mercados do município.

Veja como será a distribuição dos alimentos:

- Os agricultores entregarão as mercadorias nas escolas semanalmente ou a cada 15 dias, como é o caso do aipim e das cucas (este último somente nas EMEIs);

- Melado, bolachas caseiras e suco de uva são entregues no almoxarifado da SED e então direcionados às escolas;

- Bananas e alfaces orgânicas, produtos que são novidades na compra, serão entregues aos agricultores de hortifruti, que distribuirão nas escolas.

Comentários

VEJA TAMBÉM...