Geral

Medicina da Univates recebe inscrições com a nota do Enem

Resultados de 2018 foram divulgados hoje; inscrições ocorrem até dia 22

Créditos: Da Redação
Inscrições vão até as 17h da próxima terça-feira (22) - Nicole Morás/divulgação

Lajeado - Até as 17h da próxima terça-feira, dia 22, a Universidade do Vale do Taquari - Univates recebe inscrições de candidatos no processo seletivo do curso de Medicina. São disponibilizadas 45 vagas para ingresso com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos de 2016, 2017 ou 2018 - cujos resultados foram divulgados nesta sexta-feira, dia 18, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Por que estudar Medicina na Univates?

As inscrições podem ser realizadas em www.univates.br/vestibular. O valor da inscrição é de R$ 150,00, e o edital pode ser conferido aqui. O resultado definitivo do processo seletivo será disponibilizado até o dia 25 de janeiro de 2019 no site da Univates.

As matrículas deverão ser realizadas de modo presencial, no Atendimento Univates, na sala 310 do Prédio 9, no campus da Univates, em Lajeado - RS, no dia 28 de janeiro de 2019, das 8h às 11h30min e das 13h às 16h.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected], pelo telefone 0800 7 07 08 09 ou pelo WhatsApp 51 996340598.

Saiba mais

O curso de Medicina da Univates qualifica o diplomado como um profissional com formação generalista, humanista e capaz de atuar no processo saúde-doença em diferentes níveis de atenção, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania. O diplomado em Medicina atuará na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde.

Com atividades iniciadas no primeiro semestre de 2014, o curso de Medicina da Universidade do Vale do Taquari - Univates é legalmente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) conforme a Portaria MEC nº 938. O reconhecimento é resultante de uma avaliação in loco, realizada em março de 2017, tendo alcançado, em uma escala de 1 a 5, o conceito 4, que indica ter diferencial de qualidade. Na sequência, o curso foi encaminhado para parecer do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e posterior análise final da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres).

Comentários

VEJA TAMBÉM...