Geral

O primeiro Natal iluminado no Jardim do Cedro II

Síndica agradece à prefeitura pela iluminação da Rua Antônio Silvestre Arenhardt

Créditos: Jean Peixoto
Franciele Maria Wendt e a filha Eloah Machado agradecem a Administração Municipal pela melhoria - Jean Peixoto

Lajeado - A pequena Eloah Machado, com apenas 4 meses de vida, teve o seu primeiro Natal como moradora do Condomínio Jardim do Cedro II iluminado graças à rede instalada em frente ao residencial pela prefeitura. Franciele Maria Wendt (29), mãe de Eloah, desde 2012 batalhava pela iluminação pública para a Rua Antônio Silvestre Arenhardt. "Eu participei de uma reunião na prefeitura no final de outubro passado, em que o prefeito Marcelo Caumo fez a solicitação ao secretário de Obras, Cassiano Jung. No dia 24 de dezembro, instalaram. Foi como um presente de Natal", acrescenta.
Nascida e criada no Bairro Jardim do Cedro, há cerca de cinco anos Franciele passou a morar no condomínio, onde hoje é síndica. Mas sua luta pela iluminação do local já vinha de antes. "Quando eu comprei o apartamento, já comecei a contatar a prefeitura. Participei de diversas reuniões ao longo dos anos." Ela conta que vários motivos foram apresentados para a demora. "Uma vez, não tinha caminhão para instalar os postes; em outra, o projeto do arquiteto não estava pronto; posteriormente, não tinha orçamento. Até que este ano, conseguimos", relembra. Franciele reitera que sua frustração se deve ao fato de que a taxa de iluminação pública sempre foi cobrada, mesmo quando ela não existia.

Palavra do prefeito

O prefeito Marcelo Caumo celebrou o agradecimento da moradora. "Ficamos muito felizes quando temos este tipo de retorno da comunidade. A iluminação pública é um direito da população e uma obrigação da Administração. Recebemos sempre muitos pedidos e sugestões, então é bom celebrar também os retornos positivos. Ficamos muito agradecidos e estamos sempre à disposição para atender a todos da melhor forma."

A obra

O secretário de Obras e Serviços Públicos, Cassiano Jung, também comemora a repercussão e comenta sobre o serviço prestado. "A ampliação de redes de iluminação pública é um processo que, dependendo do local e complexidade da rede, fica mais trabalhoso e leva mais tempo a execução. Mesmo assim, nossa administração está dando andamento a estes pedidos e conseguimos, no ano de 2018, realizar este serviço em 15 ruas de Lajeado", destaca. O titular da pasta salienta que o volume de ações significa levar a rede elétrica até os locais onde é preciso, instalar os postes e as luminárias. "É uma ação trabalhosa, mas sabemos que é muito importante para os moradores e para ampliar a sensação de segurança da comunidade." Jung comenta os números alcançados pela secretaria no ano passado. "Para dar um exemplo do volume, tivemos em 2018 a instalação de 244 novos pontos de iluminação em redes já existentes e o conserto ou substituição de 6675 lâmpadas. Neste trecho da Rua Antônio Silvestre Arenhardt, foram colocados 270 metros de rede elétrica, nove postes e nove luminárias. Agora, cabe à comunidade preservar este investimento para que todos possam usufruir dele", ressalta. 

Gratidão

Há cerca de dois anos, Franciele procurou o jornal O Informativo do Vale para denunciar o problema. Por essa razão, se sentiu impelida a fazer o mesmo para agradecer ao Poder Público pela demanda atendida. "Assim como antes eu reclamei, hoje eu gostaria de agradecer ao prefeito e à Secretaria de Obras e Serviços Públicos pela ajuda para o nosso bairro. Só queríamos um lugar digno para caminhar com segurança à noite", destaca a síndica.

Comments

SEE ALSO ...