Geral

Os sabores e os aromas do campo em um único espaço na Expointer

A Feira da Agricultura Familiar conta com 285 expositores em 280 estandes

Créditos: Secom RS
- Juliana Baratojo/ PalácioPiratini/ Divulgação

Esteio - Cheiros, sabores e cores de todo o Rio Grande do Sul. A Feira da Agricultura Familiar, que abriu para o público no sábado (25), durante o primeiro dia da Expointer, com o dobro do espaço do ano passado, é uma vitrine da produção das agroindústrias gaúchas. Salames, queijos, mel, chimias, erva-mate, sucos, geleias, produtos orgânicos, sementes, flores e artesanato. E ainda há muito mais.

A Feira da Agricultura Familiar conta com 285 expositores em 280 estandes. É o trabalho de 1.350 famílias de 106 municípios gaúchos. No ano passado, as vendas chegaram a R$ 2,8 milhões. Além da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), a feira conta com a parceria da Fetag-RS, Fetraf-RS e Via Campesina.

Para o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, que participou da abertura pela manhã, "a ampliação do pavilhão é a concretização de um sonho que começou em 2011." Para ele, investir na agricultura familiar significa desenvolvimento.

Juraci de Lima, da direção da Via Campesina, acredita que a agricultura familiar é importante para dar sustento para os filhos e garantir as novas gerações no campo. "É produção para a vida", garante ela.

Já Rui Valença, coordenador-geral da Fetraf-RS, que está participando desde a primeira edição, "o pavilhão é a vitrine da agricultura familiar gaúcha do mesmo jeito que a Expointer é a vitrine do agronegócio."

Comments

SEE ALSO ...