Geral

Passeios na Colônia realiza caminhada durante o Carnaval

Grupo teve quatro pessoas com mais de 65 anos

Créditos: Matheus Aguilar
GRUPO: animação dos participantes - Matheus Aguilar

Teutônia - Com a Lagoa da Harmonia, em Teutônia, como um dos cenários, chegou ao fim a edição de Carnaval do Passeios na Colônia. A caminhada rural teve percurso de 75 quilômetros, visitando sete cidades do Vale do Taquari. A trilha começou em Pouso Novo e passou ainda por Marques de Souza, Progresso, Canudos do Vale, Lajeado, Teutônia e Imigrante.

Conforme um dos organizadores do grupo, Alício de Assunção, 20 pessoas participaram. Quatro delas com mais de 65 anos. "Nesta edição, tivemos pessoas de Porto Alegre, Novo Hamburgo, Gramado, Arroio do Meio, Lajeado, Pouso Novo e Marques e Souza", revela. Esta foi a 30ª edição do passeio.

Um dos estreantes era o integrante de mais idade entre todos. Morador de Porto Alegre, José Carlos Ferreira (85) foi sozinho para a caminhada. "Descobri este roteiro e resolvi me inscrever. Estava com um grupo de amigo e eles diziam que eu estava louco", brinca. "A verdade é que eu fiquei extasiado. Tudo foi muito bem organizado, além da atenção dos responsáveis e os locais que passamos, todos muito interessantes", afirma. Ele diz que vai participar de outras edições, pois a simplicidade também foi um atrativo. "É algo fundamental e durante o trajeto encontramos com pessoas que carregam a simplicidade consigo. Vivi momentos muito bonitos ao conversar com as pessoas que moram em áreas rurais das cidades por onde passamos", destaca.

Quem também caminhou pela zona rural do Vale do Taquari foi Artur Wagner (70). Morador de Porto Alegre, foi junto com a esposa para um Carnaval diferente. "Foi excelente. Tudo o que estava descrito no programa foi entregue. Os organizadores são muito atenciosos e as paisagens, lindas", relata. Ele diz que vai fazer outros roteiros pela região. "Com certeza esse foi só o primeiro. O grupo foi muito bacana, onde fizemos várias amizades", complementa.

Uma das novas amigas de Artur é a alemã Heide Hoblik (78), que atualmente mora em Gramado. Ela já é veterana nas caminhadas. "Fiz várias e vou continuar fazendo. Sinto como se estivesse com a minha família", explica. Nem mesmo a chuva e o barro enfrentados durante o trajeto a desanimaram. "Teve essa dificuldade a mais, mas a região é muito linda. E nossa turma estava muito animada", diz.

Moradora de Arroio do Meio, Clari Thomas (67), já participa deste tipo de caminhada há quatro anos. Segundo ela, são roteiros que todas as pessoas deveriam fazer. "Ficamos em contato com a natureza e temos a oportunidade de conviver com um grupo legal. Sempre encontrei pessoas maravilhosas", frisa. "Eu amo fazer isso. É algo que rejuvenesce e que vou participar até quando tiver forças", afirma.

A próxima edição do Passeios na Colônia é no próximo domingo. O roteiro terá 10 quilômetros e será realizado em Itapuca.

Comentários

VEJA TAMBÉM...