Geral

PSDB de Lajeado se posiciona contra o aumento no número de vereadores

Assinam o documento o presidente Carlos Reckziegel e a líder de bancada, Mariela Portz


- PSDB/Divulgação

LAJEADO | O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), de Lajeado, se posicionou em relação a possível alteração na Lei Orgânica, que diz respeito ao aumento do número de vereadores. Os parlamentares passariam de 15 para 17.

Em reunião da executiva e demais membros, na noite de segunda-feira (09), o partidio decidiu, por unanimidade, que é contra o aumento de mais dois parlamentares. Segundo o comunicado, os motivos seriam:
- Entendemos que já possuímos o número de representantes adequado para o município;
- O custo adicional para os cofres públicos de dois novos vereadores e seus assessores será, em média, aproximadamente, de R$ 425 mil, por ano;
- O aumento de parlamentares não é obrigatório, mesmo tomando como base o número estimado de habitantes (84.014 - segundo IBGE) em Lajeado, que possibilitaria a alteração.

O PSDB também se disse contra os excessos de leis, emendas impositivas e demais projetos que burocratizam o desenvolvimento da cidade ou configuram vantagens políticas. "Buscamos agregar causas que reafirmem nosso compromisso de permanecer na defesa da comunidade, pugnando pela boa aplicação das leis e pelo progresso", destacou o comunicado.

Assinam o documento o presidente Carlos Reckziegel e a líder de bancada na Câmara de Vereadores, Mariela Portz.

Comments

SEE ALSO ...