Geral

Público não toma conhecimento da chuva e lota o Lajeado Doce Cidade

Evento na Praça da Matriz em alusão a Páscoa teve apresentações, artesanato e distribuição de doces

Créditos: Cristiano Duarte
CHOCOLATE: Coelhinho da Páscoa animou crianças com música e distribuição de doces - Cristiano Duarte

Lajeado - As pancadas de chuva registradas no sábado não impediram que a Praça da Matriz fosse palco do "Lajeado Doce Cidade - Páscoa na Praça 2019". Centenas de crianças acompanhadas de seus familiares aproveitaram as atividades realizadas pela Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer (Secel) em parceria com Centro de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lajeado.

Para abrir o evento, a orquestra Cantando e tocando a Alegria de viver, da Slan, tocou um repertório de músicas com a temática "Cultura de paz". Com 40 crianças no conjunto atualmente, o projeto nasceu em 2012 por meio de um financiamento do Banco do Brasil. A verba de R$ 70 mil possibilitou a compra de instrumentos e o pagamento dos professores de música. Nos três centros da Slan em Lajeado - nos bairros Conservas, Santo Antônio e Centro - os 640 alunos do serviço participam de aulas de música, desde então.

Na Educação Infantil, crianças de 2 a 6 anos participam do projeto de musicalização. Para crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos, as aulas são oficinais. Do trombone, bateria aos instrumentos de cordas, conforme os alunos vão revelando talentos na música, eles passam a participar das apresentações externas - como o convite para apresentação desse fim de semana na Praça da Matriz.

"Trabalhamos em bairros com muita vulnerabilidade e violência. Procuramos romper isso com atividades que criem círculos de paz. As famílias acabam participando também e conseguimos solucionar, por meio do diálogo, muitos conflitos que eles passam no cotidiano", explica a coordenadora pedagógica Angelisa Klein.

Também cantou na Praça da Matriz o coral Vocalize. Formado por 18 integrantes, o conjunto de cantores foi formado em 2008. O repertório eclético do grupo animou o público. "Procuramos cantar aquilo que as pessoas gostam de ouvir conforme os eventos aos quais somos convidados. Esse é o nosso esforço: levar música de qualidade a quem nos escuta", conta o presidente do Vocalize, Chico Caumo.

Percorrendo a praça com músicas alusivas à Páscoa, o grupo Trupe do Coelho distribui chocolates e doces para as crianças no evento.

Para o secretário de Cultura, Carlos Reckziegel, o objetivo do Lajeado Doce Cidade é de ocupar espaços públicos com arte e cultura. "Trazer as famílias para viver e compartilhar os espaços públicos tem sido nossa proposta. Outros projetos assim serão desenvolvidos neste formato na cidade, como a Paixão de Cristo, nesta sexta-feira", adianta Reckziegel.

As famílias que estiveram na Praça da Matriz aprovaram o evento. A cuidadora Melina Azevedo (33) levou z o filho Murilo Azevedo (6) em todas as edições do Lajeado Doce Cidade. Em todos os anos, ele tira uma foto com o Coelho da Páscoa para recordação. "A gente sempre vem. Nem a chuva nos impede", diz Melina.

Para o fisioterapeuta Ailton de Oliveira (36), ações como o Lajeado Doce Cidade incentivam o uso do espaço público. "A praça foi feita para isso. Para passearmos com a família, tomarmos chimarrão e deixar nossos filhos se divertirem. Mas, às vezes, vândalos acabam utilizando ela mais do que a gente. Temos que aproveitar nossos espaços públicos", diz.

 

Comments

SEE ALSO ...