Geral

São João no Parque se consolida como evento de diversidade cultural

Atrações culturais, esportivas, voo de balão e queima da fogueira abrilhantaram evento no Parque Municipal Professor Theobaldo Dick

Créditos: Caroline Garske
- Caroline Garske

Lajeado | Diversidade nas brincadeiras, atrações, bancas e no público marcou o São João no Parque, na tarde de ontem. Foram mais de oito horas de diversão e lazer para quem prestigiou o já tradicional evento de Lajeado. De acordo com a organização, cerca de 15 mil pessoas estiveram no Parque Municipal Professor Theobaldo Dick.

Bancas de associações esportivas, culturais, de apoio a pessoas com deficiência e setores da Prefeitura de Lajeado expuseram o trabalho realizado, além de prestarem alguns serviços no próprio evento. Além disso, entidades aproveitaram a ocasião para vender quitutes e outros materiais a fim de arrecadar verbas.

Por volta das 16h, o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, o titular da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Luis Benoitt, e a coordenadora do Centro de Educação Ambiental da Sema, Isa Carla Osterkamp, voaram de balão em uma ação sustentável para espalhar sementes pela cidade.

Casamento caipira, provas de triathlon e cabo de guerra, quadrilha, apresentações artísticas e a tradicional e esperada queima da fogueira de mais de 12 metros atraíram famílias ao parque. Conforme o titular da Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Carlos Reckziegel, a edição do São João no Parque deste ano teve como destaque a inclusão de novas entidades participantes do evento. "Como novidade temos o projeto via Lei de Incentivo à Cultura, que está trazendo uma qualidade muito grande nas apresentações", ressaltou. Reckziegel também agradeceu o apoio dado pelo jornal O Informativo do Vale. "A participação do jornal é fundamental na divulgação e organização do evento como um todo."

Pela saúde

A equipe da Secretaria da Saúde (Sesa) ofereceu, em seu estande, testes rápidos e gratuitos para o público. Conforme a assistente social Waldirene Bedinoto, foi realizada testagem de Hepatite B, C, HIV e Sífilis, além de ser disponibilizado material informativo e prestadas orientações com relação às infecções sexualmente transmissíveis. "Em todas edições há uma boa aceitação, e a gente faz um número bem considerável de testes", afirma Waldirene.

Informações para a população

A Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) também participou do evento oferecendo informações sobre os serviços oferecidos pela pasta. De acordo com a psicóloga Daniane D'Agostino, a equipe explicou e mostrou o que é oferecido no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Centro, Cras Bairro Planalto, no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), no Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram) e no Conselho Tutelar. "Estamos aqui para colocar para a população a par dos serviços que elas podem acessar em casos de situação de vulnerabilidade ou de violência", explica Daniane.

Em busca de ajuda

Os atletas da Ginástica de Trampolim Amanda Luísa Henckes e Igor Heineck Ouriques trabalharam no estande da Desva - Associação Desportiva e Cultural dos Vales - para arrecadar fundos e conseguirem viajar para Tóquio, no Japão. "Participamos do Campeonato Brasileiro em Ouro Preto, que era classificatório para campeonatos internacionais da modalidade e nesse campeonato eles nos avaliaram e a partir disso fomos selecionados para representar o Brasil no Campeonato Mundial em Tóquio", explica Amanda. Se conseguirem arrecadar os R$ 30 mil que precisam para viajar, em dezembro eles embarcam para as terras orientais para representar o país. A dupla vende materiais e alimentos o ano todo para cobrir os custos das viagens e aproveitaram a festa de São João para divulgar ainda mais o trabalho esportivo.

Em busca da aceitação

Uma das atrações do São João no Parque foi a dança do Centro de Cultura Afro. Coordenadas pela professora de dança voluntária Lisiane dos Santos, as dançarinas se apresentaram em busca da aceitação e reconhecimento da cultura afrobrasileira, após mais de seis meses de ensaio. "Para nós, dançar é importante, porque a gente leva cultura e as pessoas nos veem com outros olhos. Quando se fala no discurso, ou se põe por meio da palavra, chega de uma forma. Mas quando se fala por meio da arte, isso chega de uma forma mais sensível para as pessoas", detalha Lisiane. "Queremos que as pessoas que não são afro, ou que não se consideram afro, percebam que podem também participar", conclui.

Jornal O Informativo do Vale presente

A equipe do jornal O Informativo do Vale, já tradicional participante do São João no Parque, também esteve com seu estande montado recebendo o público para ler seu jornal, tomar seu chimarrão e aproveitar a sombra. Edições do final de semana foram disponibilizadas gratuitamente para quem passou pelo estande. Além disso, duplas de amigos, namorados e familiares puderam ser fotografados no painel do jornal. Casais com traje caipira foram convidados a participar da promoção que vai premiar, na próxima sexta-feira, o casal que mais tiver curtidas na página do Facebook de O Informativo.

O primeiro lugar vai receber R$ 150, seis pares de ingressos de cinema, um cartão felicidade e uma cesta de chocolates. Já o segundo casal colocado recebe quatro pares de ingressos para o cinema e mais uma cesta de chocolates. O terceiro lugar fica com um par de ingressos e a cesta de chocolates. O patrocínio da promoção é do Shopping Lajeado, Grupo Independente, Asa Branca Locações, Divine Chocolates e Digão Gimenez.

(Fotos: Caroline Garske)

 

 

Comments

SEE ALSO ...