Geral

Shakira recebe cinco cachorrinhos abandonados na beira da BR-386

Cadela resgatada por maus-tratos e abrigada na Apama está com cria e aceitou filhotes

Créditos: Caroline Silva
ADOTIVOS: cadela da Apama amamenta filhotes resgatados na BR-386 - fotos PRF/divulgação

Lajeado - A cadela vira-lata Shakira não sabe, mas acaba de dar um exemplo de gratidão e reconhecimento. Ela sofria maus-tratos e foi resgatada pela ONG Amando, Protegendo e Ajudando Muitos Animais (Apama). Chegou em condição física precária. Tratada, recuperou-se e deu à luz a quatro filhotinhos. Fazendo jus ao ditado, que em coração de mãe sempre cabe mais um, a cachorra aceitou mais uma ninhada de cinco cãezinhos, abandonados à beira da BR-386.
Na quinta-feira, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou cachorrinhos recém-nascidos nas proximidades do km 342 da rodovia, em Lajeado. Os policiais encontraram os animais por volta das 9h, mas aguardaram até o início da tarde para verificar se a mãe retornaria. Após esse período, tendo em vista que a mãe não apareceu, os animais foram encaminhados à Apama. 
Com poucos dias de vida, foram colocados para mamar na cadela Shakira, que está amamentando seus quatro filhotes. Para a surpresa de todos, a cadela aceitou amamentar os cãezinhos e agora cuida de nove filhotes.

ONG
Fundada em abril de 2014, a ONG completou cinco anos no mês passado. Atualmente abriga 250 cães resgatados por abandono ou maus-tratos, casos dos cinco filhotes e da cadela Shakira. O trabalho é voluntário e a entidade se mantém com ajuda da comunidade. 
Conforme uma das fundadoras da Apama, Ana Rita Azambuja, por mês são gastos três toneladas de ração. A ONG está localizada em um sítio, no Bairro Conventos, no próprio terreno da casa de Ana. 
"Há cinco anos eu abri minha casa para ajudar os animais, somente por amor a eles". No entanto, ela diz que a estrutura ainda não é ideal para abrigar os cães. É necessária a reforma de 19 e o término da construção de dez canis. "Os canis provisórios foram feitos de latas, e eles acabam se machucando e fazendo ainda mais barulho, que incomoda a vizinhança", explica.

 

Como ajudar

Há varias maneiras de contribuir com a Apama. Uma delas é participando do sorteio para ajudar no término da construção e reforma dos canis. Os interessados podem adquirir cotas de R$ 50 ou mais, pagando à vista ou em parcelas mensais. 
O vencedor ganhará um par de calçados e uma mochila, doados pela marca Usthemp de calçados customizados. Além disso, também é possível ser um doador mensal para auxílio da alimentação e gastos com atendimento veterinário. 
Indicar a Apama na Nota Fiscal Gaúcha também é uma forma de contribuir. Brechó, ações entre amigos e eventos também são promovidos durante o ano pela Apama.

* Estagiária com supervisão da editora Luciane Eschberger Ferreira

Comments

SEE ALSO ...