Geral

Sindicatos negociam a abertura do comércio aos domingos

Entidades garantem funcionamento do comércio antes de datas festivas por meio de adesão

Créditos: Jean Peixoto
DE PORTAS ABERTAS: os lojistas que optarem por abrir seus estabelecimentos em domingos que antecedem datas comemorativas devem preencher termo de adesão junto aos sindicatos - Lidiane Mallmann

Lajeado - A possibilidade de abertura do comércio aos domingos voltou a ser discutida no município. O Sindicato dos Empregados no Comércio de Lajeado (Sindicomerciários) e o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Vale do Taquari (Sindilojas VT) estão próximos de firmar um acordo sobre o tema. Atualmente, a lei municipal 7059 estabelece a opção de funcionamento em seis domingos do ano que antecedem datas comemorativas: Natal, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Dia das Crianças. Hoje, a carga horária permitida é de seis horas. A nova proposta estabelece quatro horas aos domingos, com exceção das lojas que funcionam dentro do shopping, pois ele já abre aos domingos. Os valores seguem em negociação. A novidade é que, ao invés de negociar esses domingos junto ao dissídio, os sindicatos pretendem implementar um sistema de adesão.

Para o presidente do Sindicomerciários, Marco Daniel Rockenbach, o acordo deve ser benéfico tanto para o dono do estabelecimento quanto para o funcionário. "Se o comércio vai bem, tem emprego. A nossa proposta para os lojistas que quiserem abrir aos domingos nessas datas específicas é que eles entrem em contato com o sindicato sinalizando interesse. Para participar, o lojista deverá ser associado e contribuinte do Sindilojas e o funcionário, do Sindicomerciários. Dessa forma, criamos um ambiente favorável tanto para o proprietário quanto para o funcionário." O presidente comenta que já foi feito um teste em 2018 e que o retorno foi positivo.

Rockenbach ressalta que o controle por parte das duas entidades se dá, principalmente, após as modificações trazidas pela Reforma Trabalhista, que retirou a obrigatoriedade da contribuição sindical. "Para aderir, o proprietário e o funcionário deverão estar em dia com o sindicato. O Sindicomerciários estipulou que o funcionário vai poder trabalhar em um horário alternativo, com direito a uma folga na semana e mais uma bonificação. Nada mais justo que apenas aquele funcionário que contribuiu seja beneficiado. Dessa forma, estamos gerando ganhos ao trabalhador. É uma forma de valorizar o nosso trabalho."

Francisco Carlos Weimer dos Santos (Kiko), presidente do Sindilojas VT, comenta sobre o pedido do Shopping Lajeado, em 2018, para trabalhar aos domingos. "Foi feita uma votação entre os comerciários do local que resultou em 25 votos favoráveis e 13 contrários. Fizemos um acordo e os feriados de novembro já foram trabalhados lá. Na Sexta-Feira Santa de 2019 também trabalhamos. Adotamos o sistema de fazer a adesão só para quem solicita no sindicato". Ele explica que a segmentação é necessária para delimitar o tipo de comércio que deve funcionar ou não. "Por exemplo, uma ótica talvez não tenha interesse em abrir no domingo anterior ao Dia da Criança, mas uma loja de brinquedos, sim". Weimer comenta que as lojas que aderiram à abertura no domingo, no ano passado, chegaram a faturar 48% a mais.

No ano passado, uma discussão se estabeleceu em torno da proposta de abertura do comércio aos domingos apresentada pela prefeitura. O texto inicial autorizava o funcionamento dos estabelecimentos todos os domingos do mês. Após críticas por parte dos trabalhadores, o projeto foi retirado de votação na Câmara de Vereadores.


O que pensam os comerciários

"Eu concordo em abrir se for nesses domingos específicos. Se fosse em todos, como propuseram no ano passado, eu seria completamente contra. Todos temos famílias para cuidar."
Carla Rheinheimer Kist - Lojista

"Dependo de transporte público. É bem complicado vir trabalhar aos domingos. Se for necessário, eu venho, é claro. Mas da forma como propuseram no ano passado, não acho legal."
Talita Rheinheimer - Vendedora

"Acredito que não seja interessante. Eles geralmente pensam pelo lado do cliente, mas não pelo lado do vendedor. Eu pego ônibus, tenho família. Não gosto da ideia."
Elisandra F. Borges - Vendedora

"Discordo da abertura aos domingos. Eu não gosto da ideia de tirar folga durante a semana, porque perderia a comissão daquele dia. Acho que isso rende mais custos que lucro para a loja."
Fernando Wendt - Vendedor

 
Como solicitar a adesão

Os lojistas interessados em abrir seus estabelecimentos em algum dos domingos estipulados devem fazer contato com o Sindilojas Vale do Taquari ou o Sindicomerciários e formalizar o pedido através do termo de adesão. O envio deve ser feito pelos e-mails [email protected] ou [email protected] , ou Whatsapp (51) 99993-1219 (Sindilojas) e 99660-5093 (Sindicomerciários). É necessário estar em dia com as contribuições com os sindicatos. No caso de estabelecimentos em que nem todos os funcionários contribuam, a autorização para trabalhar se restringe àqueles que estão em dia com o sindicato laboral.

 

ABERTURA: funcionamento de comércio nos domingos que antecedem datas comemorativas deverá ser solicitado aos sindicatos patronal e laboral

Comments

SEE ALSO ...