Geral

Subestação Arroio do Meio beneficia 49 mil clientes no Vale

RGE Sul inaugura unidade e anuncia nova linha de energia para o ano que vem

Créditos: Jean Peixoto
Inauguração: Klaus Werner Schnack, José Carlos Saciloto Tadiello, Eudo Callegaro Tambara e Enoir Cardoso - Lidiane Mallmann

Vale do Taquari - Para qualificar os serviços prestados à população e ampliar o potencial energético, gerando emprego e renda para o Vale, a RGE Sul inaugurou a Subestação Arroio do Meio na tarde ontem. Com investimento de R$ 11,5 milhões, o empreendimento deve ampliar em 43% a disponibilidade energética da região. A subestação beneficia diretamente 38 mil clientes de Arroio do Meio e Lajeado e indiretamente 11 mil de Imigrante e Colinas. Participaram da solenidade de inauguração e descerramento da fita, o secretário adjunto de Minas e Energia, Eudo Callegaro Tambara; o presidente da RGE Sul José Carlos Saciloto Tadiello; o consultor de negócios da RGE Sul, Cristiano Guedes da Silva; e o prefeito de Arroio do Meio Klaus Werner Schnack. Também presentes o vice-prefeito de Encantado, Enoir Cardoso; o prefeito de Nova Bréscia, Marcos Antônio Martini; o vice-prefeito de Paverama, Elemar Rui Dickel; o 1º tenente Delmar Braz do Prado, do 6º Batalhão dos Bombeiros Militar de Lajeado; e o padre Alfonso Antoni, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O presidente da RGE Sul enfatizou o trabalho que a distribuidora do Grupo CPFL vem desenvolvendo no Vale do Taquari e no Estado. "Ano passado, trocamos 83 mil postes. Este ano, mudamos 80 mil de madeira por concreto. Para 2019, a nossa meta é substituir 86 mil postes, o que resulta em uma média de 240 por dia", estima. O padre Alfonso Antoni abençoou a unidade e pediu proteção divina. "Como motivação na perspectiva da fé cristã, agradeço a Deus por nos dar a capacidade e inteligência para criar com sabedoria esta unidade. Também peço proteção para este novo empreendimento." Após as falas das autoridades, foi realizado o acionamento simbólico do sistema que energizou a subestação. Na sequência, a placa inaugural foi descerrada.

 

Mais investimentos em 2019

José Carlos Saciloto Tadiello destaca que a subestação oferece condições de crescimento tanto para Arroio do Meio quanto para os demais municípios da região. "Ficou mais fácil interligar e construir novos alimentadores a partir daqui. Essa subestação permite ampliar o potencial energético colocando outro transformador, caso a carga venha a aumentar demais." Para ampliar a confiabilidade do serviço, Tadiello conta que a distribuidora está preparando a construção de uma nova linha, com 69 mil volts, que vem da Subestação Lajeado 2, para o próximo ano. "Serão duas linhas de transmissão. Se ocorrer algum problema em uma delas, haverá uma segunda opção. Ou seja, estamos aumentando em 100% a confiabilidade do serviço", afirma. O presidente relata também que o orçamento de R$ 8 milhões já foi aprovado e as licenças ambientais obtidas, embora ainda não haja data específica para a inauguração. "O ponto principal, que sempre tomamos cuidado antes de anunciar qualquer obra, é a questão ambiental, e as licenças. Como elas já estão encaminhadas, é só uma questão de contratação e realização do projeto. A certeza é de que será feito em 2019", salienta. Tadiello também destacou que, no ano que vem, RGE e RGE Sul serão integradas, propiciando maior abrangência no atendimento à comunidade.

 

Quem tem energia, cresce

Representando o governo do Estado, o secretário adjunto de Minas e Energia, Eudo Callegaro Tambara, lembrou das dificuldades quando gerente da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), em Santiago. "Hoje, com a modernidade, tenho certeza de que este investimento vai premiar esta região, que é tão desenvolvida e que tanto cresce", destaca. O secretário comenta que, na próxima semana, ocorrerá um evento do setor energético em Brasília, que pode ser vital para o Rio Grande do Sul que, segundo ele, enfrenta uma situação delicada. "Nós sabemos o que esse evento representa para o Estado. Vamos buscar recursos. Pouca gente sabe, mas é temerosa a situação energética, não apenas do Rio Grande do Sul, como do Brasil." Callegaro reitera a importância dos investimentos feitos pela RGE no Estado. "Quem tem energia cresce e se desenvolve", complementa.

 

Qualidade e oportunidades

Para o prefeito de Arroio do Meio, Klaus Werner Schnack, a Subestação de Arroio do Meio representa um ganho na qualidade dos serviços prestados à população, mas também fomenta a cadeia produtiva do município. "Ela garante a qualidade da energia fornecida aos nossos empreendedores já instalados e às nossas indústrias, agricultura, setor primário - principalmente interior - e todos os parques industriais. Com isso, se criam perspectivas para crescimento e atração de novos empreendimentos, com geração de emprego e renda para a comunidade. Isso que é fundamental tanto para a Arroio do Meio quanto para a região", frisa.

Comentários

VEJA TAMBÉM...