Geral

Tarde especial para os noventões

Nova Bréscia realiza encontro dos acima de 90 anos para homenagear quem ajudou a fazer história

Créditos: Matheus Aguilar
Encontro celebra a contribuição dos com mais de 90 anos para a cidade de Nova Bréscia - Lidiane Mallmann

Nova Bréscia - A tarde desta quinta-feira foi de celebrar a vida em Nova Bréscia. O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do município promoveu o quinto Encontro dos Noventões. A atividade é realizada sempre no fim do ano para reunir o grupo de moradores da cidade acima dos 90 anos e que recebe acompanhamento da assistência social.
Conforme a coordenadora do Cras, Márcia Garibotti Lorenzon, este é um momento em que eles saem de casa para confraternizar. "É um momento especial de celebrar a vida e a história de cada um e o que representam para Nova Bréscia e suas famílias", destaca. A festa teve música, fé e um lanche para os participantes. Um bolo com o número 90 foi especialmente preparado para a ocasião.
Entre os participantes estava Júlio Villa (93). Um dos mais animados do grupo, só perdeu a primeira edição por não ter idade para fazer parte. "É o quarto ano que participo. Sempre gostei de atividades sociais", afirma.
Carmela Conte Senter (94) recebe convites desde a primeira edição do encontro. Mas ontem se fez presente pela primeira vez. "Gostei de tudo. Estou muito feliz de poder ter participado", revela. A presença dela foi comemorada pela assistente social e responsável pelas visitas domiciliares feitas pelo Cras, Inelbe Bagatini Tumelero. "Nós sempre fazemos os convites pessoalmente e falamos da importância da participação deles. Quando a dona Carmela chegou foi um momento de muita emoção. E saber que ela gostou me deixa realizada." 

Em plena atividade

Aos 92 anos, Nilo Valer fez questão de ir ao Encontro dos Noventões. A fala mansa e as duas muletas que utiliza para auxiliar na locomoção podem passar a falsa impressão de fragilidade. Um de seus orgulhos é a plantação de feijões, cultivada por ele mesmo. Perguntado se dá muito trabalho cuidar da área semeada, responde logo: "Estou acostumado. Faço isso desde os 7 anos", informa. Para ele, a atividade oferecida pelo Cras de Nova Bréscia é muito boa. "Tudo é muito bem feito. Se Deus quiser, estarei aqui ano que vem de novo", avisa.

Reconhecimento

Para o prefeito, Marcos Antônio Martini, o Encontro de Noventões é uma maneira de reconhecer a importância das pessoas que tanto fizeram por Nova Bréscia. "Cada um fez sua parte e que foi muito significativa para alguém. E o município é feito por pessoas como os noventões", ressalta.
Ele destaca que essas pessoas são responsáveis pela formação de muitos outros moradores da cidade. "Quantas orações ensinaram aos filhos, independentemente da religião de cada um. Foram responsáveis pela formação de cidadãos e do nosso município. Torço para que este encontro ocorra por muitos anos e que um dia eu faça parte deste grupo", complementa.

Valorização

Primeira-dama e secretária de Assistência Social do município, Andréa Lemos Martini, conta que um dos pontos mais gratificantes do trabalho é a possibilidade de oportunizar momentos como o promovido pelo Cras. "Vivenciar ações como esta é uma forma de valorizarmos essas pessoas. E ter esse encontro com os de somente acima dos 90 anos é diferente, pois sabemos que nem sempre elas conseguem participar. É muito gratificante a alegria que eles nos trazem", afirma.

Abençoados

O padre Miguel Carlos Dametto participou do encontro e abençoou os noventões e seus familiares. Para ele, é motivo de alegria poder chegar aos 90 anos e continuar com o acompanhamento da família e também de assistentes sociais. "É uma bênção quem tem alguém próximo, como é o caso aqui, que os cuidadores são familiares. Chegar nessa idade é sinônimo de acúmulo de conhecimento e experiências", descreve.
Para o religioso, essas experiências devem ser aproveitadas pelas gerações mais novas. "Os idosos sempre nos oferecem uma palavra sábia. Não podemos vê-los como inúteis, mas sim como alguém que deve ser acolhido para nosso aprendizado", frisa.

Os noventões do encontro
Francisca Ferla (92) - Centro
Nilo Valer (92) - Centro
Olivo Nichel (93) - Centro
Carmela Conte Senter (94) - Linha Morro Seco
Romano Bernardo Laste (94) - Linha Borguetto
Júlio Villa (93) - Centro
Matilde Ines Devitte (92) - Linha Ernesto Alves
João de Vargas (93) - Linha Tigrinho Baixo

 

Saiba mais

A ideia de um encontro com pessoas acima de 90 anos surgiu depois de um mapeamento feito pela assistência social de Nova Bréscia. Em 2014, a população nesta faixa etária era de 21 pessoas e notou-se a falta de atividades em que eles estivessem inseridos fora das suas casas. O encontro é realizado uma vez por ano e gera expectativa nos idosos, mesmo naqueles que não participam. Atualmente, são 17 os moradores do município acima de 90 anos. O Centro de Referencia da Assistência Social (Cras) atende 150 idosos em Nova Bréscia.

Comentários

VEJA TAMBÉM...