Geral

Três novos ecopontos recebem resíduos

Lixos especiais podem ser depositados no Centro, Alto do Parque e Conventos

Créditos: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Lajeado
SEPARAÇÃO: contêineres têm as indicações para o descarte - Pietra Darde/Prefeitura de Lajeado/divulgação

Lajeado - Os moradores de Lajeado contam com três locais para destinarem seus lixos especiais. Nesta quarta-feira, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) instalou três ecopontos nos bairros Centro, Alto do Parque e Conventos. A ação integra o projeto-piloto para coleta seletiva no município e faz parte de um projeto maior denominado Lixo Certo. Nos contêineres plásticos, é possível descartar resíduos secos recicláveis, eletrônicos, lâmpadas e óleo de cozinha.

Os três novos pontos estão localizados no Parque Professor Theobaldo Dick, na área verde entre o Alto do Parque e São Cristóvão (Rua José Ricardo Eick) e na área verde de Conventos (Rua Romeu Armange). Cada ponto conta com três contêineres diferentes. Conforme a coordenadora do Centro de Educação Ambiental da Sema, Isa Carla Osterkamp, os locais foram escolhidos por serem considerados movimentados. No Parque dos Dick, por ser um local central na cidade e muito frequentado nos finais de semana, as pessoas poderão aproveitar e levar os resíduos. A ideia da secretaria é instalar mais pontos em outros bairros da cidade. "Esses são projeto-piloto. Vamos analisar como será a aceitação e destinação correta por parte da população para espalharmos mais pontos como esses pela cidade", explica Isa.

Os contêineres são verdes e estão adesivados com a informação do que pode ou não ser depositado. Com o projeto, a comunidade não precisará mais esperar pelo dia da coleta seletiva para tirar o lixo de casa, e poderá depositá-los de forma correta nos contêineres. "O objetivo é incentivar a educação ambiental e a preocupação com a reciclagem. Esperamos que a comunidade abrace a causa, pois destinando o lixo de forma correta estaremos cuidando do meio ambiente, gerando renda e evitando contaminação da natureza e riscos à saúde", ressalta Isa. A coordenadora lembra que os resíduos podem ser reutilizados. "Com o óleo de cozinha, é possível produzir sabão sem poluir os recursos hídricos. Pois uma gota de óleo pode poluir muitos litros de água", explica.

Além dos ecopontos, a Sema continuará recebendo lixos especiais na sua sede (Rua Liberato Salzano Vieira da Cunha, 15, bairro Americano), como eletrônicos e óleo de cozinha.

 
O que pode ser depositado em cada contêiner

- Lâmpadas incandescentes, fluorescentes e de LED. O óleo usado deve ser colocado em uma garrafa pet e ser tampado.

- Eletrônicos, monitores CRT ou LCD, teclados, mouse, impressoras, notebook, telefones celulares, CPUs, centrais telefônicas, placas de rede, aparelhos de som, máquina fotográfica, TV, pilhas e baterias.

 - Recicláveis secos como folhas de papel, jornais, revistas, papelão, cartolinas, embalagens, folhetos, latas de alumínio, latas de aço, ferragens, canos, esquadrias e arames, tampas plásticas, embalagens, garrafas PET, PVC, sacos, isopor e baldes.

 

Comments

SEE ALSO ...