Grêmio

Futebol 'Made in Paraguai'

Quando exigido, bom desempenho do Grêmio não aparece e equipe é derrotada pelo Libertad

Créditos: Guilherme Rossini
EX-CRAQUE: Luan é o símbolo de uma equipe que em momentos importantes não consegue manter o nível de partidas mais fáceis - Lucas Uebel/Grêmio/divulgação

Porto Alegre - Na linguagem popular, quando um produto tem qualidade duvidosa ou quando é exigido, estraga, é comum dizer que ele é 'Made in Paraguai'. O Grêmio, que vem demonstrando um ótimo futebol no Gauchão, quando atua pela competição que tem maior importância, a Copa Libertadores da América, não mostra nem metade da qualidade que apresenta em jogos mais fáceis.


Na noite de ontem, em casa, o Tricolor enfrentou e perdeu para o Libertad, do Paraguai, por 1 a 0. Os destaques negativos da noite foram Luan, Vizeu, Geromel e Everton, que não fizeram uma boa partida. Apesar de ter tido algumas oportunidades, a equipe gaúcha levou um gol no final do primeiro tempo, marcado por Bareiro, e não conseguiu ser efetivo para, ao menos, empatar a partida.


O jogo


Apesar da pressão inicial do Grêmio, a primeira chance foi do Libertad, com Cardozo. O atacante paraguaio perdeu um gol sozinho com o goleiro após receber um cruzamento perfeito. Logo após, aos 15 minutos, o Tricolor criou sua primeira oportunidade, em um chute de fora da área de Marinho, que passou perto da meta defendida por Martin Silva. Aos 27 minutos, Everton recebeu ótimo passe de Vizeu e marcou, mas o gol foi anulado corretamente, devido a um impedimento do camisa 11 tricolor. A equipe ainda chegou perto de marcar em finalizações de Vizeu e Luan. O Grêmio acabou castigado, sofrendo um gol no último lance do primeiro tempo, em um contra-ataque, finalizado com maestria por Bareiro. Porém, o gol só saiu após um lance duvidoso, onde Cortez alega ter sido derrubado dentro da área paraguaia, sendo que o árbitro da partida não entendeu o lance assim e não assinalou a penalidade máxima.


Nos 45 minutos finais, o Tricolor até tentou atacar, com praticamente todas as oportunidades geradas em chutes de fora da área. Até se machucar, Marinho foi o atleta que mais tentou, também sem sucesso e sem a ajuda dos companheiros. O Libertad apenas administrou o placar e venceu a partida por 1 a 0, com uma segunda etapa extremamente apagada de todos os jogadores do Grêmio.

 

Comments

SEE ALSO ...