Grêmio

Grêmio ganha a primeira, mas segue na zona de rebaixamento

O Tricolor está na 17ª colocação, com cinco pontos

Créditos: Helena Baségio
OBRIGADA: Felipe Vizeu agradece por ter marcado o gol que deu a vitória ao Grêmio - Lucas Uebel/divulgação

Porto Alegre - Com uma eminente crise batendo à porta, por conta se uma série de maus resultados, o Grêmio entrou em campo para enfrentar o Atlético Mineiro pressionado. Diante de sua torcida, no entanto, o Tricolor superou o Galo por 1 a 0, gol de Felipe Vizeu, no início da segunda etapa e afastou a ameaça. Além de fazer as pazes com a vitória, ganhou moral a partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Juventude, na próxima quarta-feira, na Arena.

No sábado, o Grêmio "dormiu" fora do Z-4, mas com os resultados de domingo, no complemento da rodada, a equipe voltou para a zona de rebaixamento. Está na 17ª colocação, com cinco pontos.

 

O jogo

Ainda não foi o Grêmio que encantou com seu futebol vistoso, mas contra o Galo, o time de Renato Portaluppi fez a melhor atuação no Brasileirão, com enorme pressão sobre o adversário, exigindo grandes defesas do goleiro Vitor. Antes de comemorar a vitória, porém, fez sua torcida sofrer. Aos 41 minutos, Geromel marcou para o Grêmio, mas o gol foi invalidado pelo árbitro, que, após revisar o lance pelo VAR, marcou pênalti de Zé Welson, que colocou a mão na bola. André se habilitou para bater e tocou para fora.

O centroavante que errou a penalidade máxima ficou no vestiário no intervalo. Em seu lugar entrou Felipe Vizeu, que no primeiro minuto, após cobrança de escanteio, aproveitou uma sobra para fazer um belo gol e decretar a primeira vitória do Tricolor.

 

Acerto

A direção do Grêmio confirmou ontem o acerto com o zagueiro David Braz. Mas salientou que o reforço só terá sua contratação confirmada após a realização de exames médicos, o que ocorrerá apenas no final do mês de junho. David defende o Sivasspor, da Turquia e terá alguns dias de folga durante a parada do Brasileirão por conta da Copa América.

Comments

SEE ALSO ...