Grêmio

No improviso

Grêmio enfrenta o Juventude, pelas oitavas da Copa do Brasil, com adaptações na defesa

Créditos: Guilherme Rossini
NA ZAGA: Michel vem sendo frequentemente utilizado como zagueiro em decorrência das lesões de atletas do setor - Lucas Uebel/Grêmio/divulgação

Caxias do Sul - Com a lesão do zagueiro Kannemann, que também o tirou da lista de convocados para a Seleção da Argentina para a Copa América, o técnico Renato Portaluppi terá que escalar a defesa do time novamente na base do improviso. Na noite de hoje, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, no jogo de ida oitavas de final da Copa do Brasil, o comandante do Tricolor terá que utilizar novamente Michel para formar a dupla de defesa com Geromel.

Com o péssimo desempenho no Campeonato Brasileiro, tendo conquistado apenas dois pontos em cinco jogos, o Grêmio precisa vencer e convencer para não perder, ainda mais, a confiança do torcedor. Porém, com Michel na zaga, o desempenho da equipe azul cai de forma vertiginosa. Quando o volante jogou na defesa em 2019, o aproveitamento tricolor caiu para apenas 44%, o que possivelmente explique os números do Grêmio em 2019, que além de estar mal no Brasileirão, se classificou aos trancos e barrancos na Copa Libertadores da América.

Com Kannemann, Paulo Miranda e Marcelo Oliveira contundidos, uma opção poderia ser escalar o jovem Rodriguez, que foi promovido da base pela falta de defensores no elenco. Porém, com a zaga novamente improvisada, o Grêmio enfrenta o Juventude às 21h30min de hoje, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

 

David Braz é do Tricolor

Com a negociação praticamente acertada com o Santos, ao que tudo indica, o zagueiro David Braz é do Tricolor. No entanto, o atacante Marinho deve entrar no negócio, conforme solicitação e interesse do clube do litoral paulista. O defensor chegará com um vínculo de dois anos com o clube gaúcho, enquanto Marinho deve ir para o Santos, com uma compensação financeira aos gaúchos, ainda negociada pelas diretorias.

Comments

SEE ALSO ...